domingo, 10 de abril de 2011

Servir a Jesus é ser livre.

 

cativos

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:31,32

Quando Jesus falou isso para os Judeus que ouviam seus ensinamentos eles ficaram escandalizados. Afinal para uma pessoa ser considerada livre haveria de estar ou estado presa. O que mesmo crendo no que Jesus pregava ainda não tinha ficado claro para eles, era que Jesus se referia a prisão pelo desconhecimento da verdadeira vontade de Deus e uma das principais características de quem vive preso a este engano é o pecado.

Jesus respondeu: "Digo-lhes a verdade: Todo aquele que vive pecando é escravo do pecado. João 8:34.

O pecado além de nos manter preso espiritualmente ao inimigo de Deus nos impede o agir de Deus em nossas vidas, dai o motivo de muitos serem atingidos pelas mais variadas formas de sofrimento, por isso que Jesus esclareceu aos que demonstravam estar crendo em suas palavras que não adiantaria nada se não permanecestes nelas.

Apesar de vemos em varias culturas, crenças e tradições homens apregoando a condição dos homens em realizarem obras dignas de serem vistas como caridosas e cheias de boas intenções, não encontraremos subsídios para estas praticas pelo sentido ais quais estas pessoas querem associar. Fazendo parecer que basta uma boa ação para que seus pecados sejam atenuados ou até perdoados. Isto é uma grande mentira e pessoa que se dizendo falar em nome de Deus ensina tal forma de alcançar a liberdade dos seus muitos pecados darão conta dos seus falsos ensinamento que estão diariamente fazendo com que milhões de pessoas não possam através somente da palavra de Deus tomar conhecimento do filho Jesus Cristo e serem libertas.

Os vários significados encontrados pelo homem para o uso do termo Liberdade sugere que aparentemente estejamos vivendo esta tão aludida condição.

(latim libertas, -atis) s. f.

1. Direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem.

2. Condição do homem ou da nação que goza de liberdade.

3. Conjunto das ideias liberais ou dos direitos garantidos ao cidadão.

4. Fig. Ousadia.

5. Franqueza.

6. Licença.

7. Desassombro.

8. Demasiada familiaridade.

Aparentemente são valores extremamente nobres e de alta relevância para a vida em sociedade. Mais bastou uma observação mais apurada e criteriosa quando a sua pratica pela maneira exata do sentido dado, para vemos o quanto ela é frágil e passível de ser cumprida em partes e não pela sua forma única e verdadeira desejada.

A definição de liberdade pela ótica humana começa a desmoronar quando vemos que a maioria da população mundial vive pelo regime do capitalismo que é apropriadamente pelos seus praticantes que a apelidaram de: Capitalismo Selvagem.

Talvez até convenientemente inspirado no fato de que estimula pelas suas características a qual avalia o cidadão pelo que possuem e não pelo que é. Levando-nos a uma competição que começa a ser apresentada aos homens deste a infância onde crianças são estimuladas a disputas para terem sempre a melhores notas e esta competitividade vai ao longo do tempo minando sua capacidade de avaliar que o mundo não gira ao seu redor como parece, não deixando compreender que os seus direitos terminam a onde começa o do outro.

Está perda de capacidade de entender onde os seus limites terminam estão levando-as a pratica da competição de vida ou morte. Passando agora a não mais enxergar o próximo como um competidor e sim como um obstáculo a ser tirado do caminho, fazendo com que até o assassinato seja visto como uma forma de obter o desejado. Afinal não vemos isto diariamente acontecendo: nos filmes, nas novelas e na vida real? E de onde vem está inspiração? Da sua liberdade? Ou do seu pecado.

Depois fala da condição do homem ou de uma nação. Com os índices de violência registrados somente no nosso País qual de vocês pode afirmar que vivem em liberdade plena de direitos? Sem grandes nas janelas das casas, sistemas de seguranças, guardas costas, armados, com medo, seguros para a casa, carro e até para própria vida. A liberdade com preço mais sem garantia.

Agora vem a definição que mais parece confundir as pessoas: Conjunto das ideias liberais ou dos direitos garantidos ao cidadão.

Maravilhosa retorica para uma sociedade hipócrita em que uma minoria abastada ou dita politicamente engajada. Confunde-se propositalmente no que seria uma condição de igualdade de direitos para todos independentemente do que possua ou represente na sociedade. E alegam que mais direitos tem os que mais sabem e possui, elevando-se naturalmente a um patamar social que lhes permitem aprisionar pessoas não mais como escravos de fatos, mais como empregados legais mais sem muitos direitos, uma vez que eles mesmos determinam aquilo o que é direito ou não: para eles.

As outras condições se perdem por sim só nas muitas outras praticas injustas e altamente segregatórias imposta pela nossa atual sociedade.

Jesus não foi ativista do socialismo como alguém já disse e nem veio promover revolução contra os falsos princípios de direitos estabelecidos pelos homens. Jesus não tinha interesse algum, materialmente falado pelo mundo.

Ele veio ao mundo, viveu no mundo para mostrar aos homens que a liberdade verdadeira não estaria e nem seria vivida neste mundo sem que eles conhecessem o Reino que Deus tem preparado para aqueles a que o ama.

Todos os argumentos ou formas de liberdade que aos longos dos séculos os homens pensam terem sido estabelecidas, não passam de repetições ou tentativas de melhoria das injustiças cometidas no passado e assim foi e será enquanto não se entregarem a Jesus. Pois assim como no passado os Judeus fecharam a mente a verdade ainda hoje os homens persistem em não ver o que lhe é oculto como por um véu. Não foi retirado, porque é somente em Cristo que ele é removido. II Coríntios 3:14c.

É preciso para que seja alcançada a verdadeira liberdade que possamos entender que esta condição não é apenas uma postura em relação à pessoa em si mesma e vai além dos conceitos estabelecido pela humanidade. É uma condição espiritual.

Mas quando alguém se converte ao Senhor, o véu é retirado.

Ora, o Senhor é o Espírito e, onde está o Espírito do Senhor, ali há liberdade. II Coríntios 3:16,17.

Jesus ensinava que a verdadeira liberdade era estar livre das amarras das obrigações da lei de Moisés no Antigo Testamento. Hoje as amarras que ainda impede muitos a serem livres são as muitas tradições, regras e condições que são passadas como sendo quase que um pagamento pela liberdade. Mais não é o que Jesus mandou ensinar no Novo Testamento.

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Gálatas 5:1.

Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça. Gálatas 5:4.

Jesus não perguntava aos que criam nele  eram batizados e seguia-o; o que eles haviam feito, quantos pecados haviam cometidos? Jesus não estabelecia penitência, dizimo oferta ou qualquer outra forma de pagamento. Ele só ensinava que a pessoa deveria arrependesse-se e parar de pecar.

A falsa e ilusória liberdade que a nossa sociedade diz viver a estar cada vez mais a levando ao afastamento da verdadeira e única liberdade que vem somente através de Jesus. Todo ou qualquer ensinamento que te digam estar conduzido o homem a serem livres e que não sejam através de Jesus são pura perda de tempo e o seu fim não será outro que não a permanência na condição de servo.

Esses homens são fontes sem água e névoas impelidas pela tempestade. A escuridão das trevas lhes está reservada, pois eles, com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro.

Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina. II Pedro 17-19.

A continuidade do viver em pecado não só mantém a pessoa escravo como também irá conduzi-la cada vez mais a morte prematura.

"Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." Romanos 6 : 23

Jesus não obrigava e nem obriga a ninguém aceita-lo, porém as verdades dos seus ensinamentos estão ai a vista para todos que queiram ver. Todos estes eventos que sucessivamente tem levados os homens a cometerem todas as formas e praticas de pecados. Só não é compreendida como pela ação de uma força espiritual contrária a verdadeira liberdade da humanidade pelos homens de má vontade.

Ao longo dos tempos a palavra de Deus tem sido levada aos quatro cantos do mundo e mesmo assim até hoje você se recusa a ler o que Jesus deixou de legado para humanidade: Os seus ensinamento! Sem eles o homem nunca experimentará a verdadeira liberdade.

Foi para isso que Deus enviou Jesus.

Para que todo o que nele crer tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.

Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus.

Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más.

Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, temendo que as suas obras sejam manifestas.

“Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas por intermédio de Deus”. João 3: 15-21.

Não seja iludido, não se trata somente de uma questão de Fé. É na verdade uma questão de Liberdade ou Morte.

Decida-se agora por Jesus antes que seja tarde.

"E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna." (I João 2:25)

Amém.

Vivo por Jesus - Cópia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...