sexta-feira, 20 de julho de 2012

E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo. Atos 5:42

 

image

Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mateus 24:42

Será que nós, os considerados cristãos estamos de fato fazendo o necessário para cumprir o Ide? Será que temos mesmo feito isto todos os dias em qualquer lugar e a qualquer tempo? Estamos anunciado os ensinamentos de Jesus Cristo?

Infelizmente penso que não!  Afinal estamos  fazendo o que os nossos irmãos da igreja primitiva a primeira e verdadeira igreja de Cristo fazia?  Pelo menos como deve ser feito! Estamos anunciando a Jesus Cristo e ensinando somente o que Ele ensinou?

Hoje , estava meditando nos ensinamentos do livro de Atos, recordando-me do dia em que estava para ser batizado nas águas e  como por um momento ainda questionava-me em relação “aos outros caminhos” que havia percorrido pensando estar indo ao encontro de Deus. Tive um breve momento de receio de esta mais uma vez me confundindo.

Mas, Graças a Deus a momentânea duvida que tive foi desfeita de forma irrefutável; exatamente porque já havia sido apresentado pelo o que esta escrito no evangelho, de quem é Jesus Cristo. E a sua verdade saltou-me aos olhos de maneira sobrenatural pela passagem do capitulo 10 de Atos. Hoje fiquei pensando: E se eu não tivesse dado ouvido à palavra? E percebi que infelizmente há muitos que devem estar indos ainda pelos caminhos errados, porque não tomou conhecimento de Jesus Cristo é o verdadeiro e único caminho. Eu, sem este conhecimento não teria entendido e estaria na mesma situação de antes: Perdido. Mas, graça a misericórdia de Deus eu já estava sendo instruído na verdade e fui batizado no Espirito Santo justamente no momento que procurei na palavra a resposta e  li os versículos abaixo:

E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. -A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele creem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.
E, dizendo Pedro ainda esta palavra caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.
E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus. Atos 10:42-46.

Posso afirmar que foi o melhor momento que já passei na minha vida. E mesmo já  tendo testemunhado neste blog que ao longo dos meus quase 45 anos achando que estava indo no caminho certo  na busca por Deus. De que nenhum cristão verdadeiramente seguidor de Cristo se aproximou de mim para anuncia-lo ou ensinar-me que estava enganado.  Ainda que não esteja julgando ou querendo justificar-me ; porque também não o busquei aonde Ele se encontra: Na Bíblia; no evangelho! Tirei no entanto, para mim como exemplo; o de não poder me omitir de anunciar a Jesus Cristo. Mesmo que muitos ainda pensem que não precisam ouvir ou que já esteja indo de encontro a Ele por outros caminhos. - Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; Hebreus 3:13.

Mesmo estes, deveria entender que não há como deixar de ouvi-lo. Mesmo porquê quando Jesus Cristo  foi criticado por andar com os pobres e desvalidos e rejeitado pelos que achavam que já eram conhecedores de Deus, Ele mostrou o quanto estão enganados achando que de alguma maneira são: E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento. Marcos 2:17. O mundo estava; ainda está e sempre estará doente se não der ouvido a Jesus Cristo. Basta uma observação mais atenta desprovida de preconceito e com mais amor pelo próximo, que podemos ver como as pessoas estão necessitadas de que alguém  anuncie e os ensine exatamente quem é Jesus Cristo: Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

Não existe mais nada a ser anunciado ou ensinado que importe além do que Jesus já nos deu pela sua palavra e principalmente pelos exemplos. Exemplos que não devem ser repetidos somente de forma ritualística como é feito de forma religiosa, mas sim, na pratica e pelo entendimento em ações sinceras de acordo com o que recebemos Dele. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Efésios 2:8.

Cada vez mais me convenço de que devemos anunciar Jesus Cristo da maneira mais simples possível; pois é preocupante o números de almas que precisam ser alcançadas pela verdade do evangelho. E esta verdade não carece de maiores explicações teológicas ou filosóficas. Basta que ensine o que Jesus falou que todos entenderão: Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. João 8:36.

Meus queridos (as), não sou profeta do apocalipse e nem estou me arrogando senhor da verdade, mas, não há como negar, que não esta muito distante de vermos a promessa da volta do Senhor se cumprir. Ainda que muitos já tenham tentado explicar o porquê de ainda não se deu ou quando se dará! Trazendo com isso mais confusão do que contribuição à verdade. Porém, não há como ao meditarmos com atenção os versículos que coloco abaixo, deixarmos de ver uma grande possibilidade de estamos diante do surgimento da geração que finalmente verá o cumprimento do que os apóstolos Mateus, Marcos e Lucas chamaram de: Os princípios das dores; esta GERAÇÃO esta sendo estabelecida nas diversas camadas das sociedades mundiais.

E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.
E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mateus 24:1-12.

Iniquidade = Pecado que consiste em não reconhecer igualmente o direito de cada um, em não ser correto, em ser perverso.

Por todo o mundo estamos ouvindo falar e vendo nos noticiários o aumento das tensões sociais que tem levado os homens a praticarem toda sorte de desatinos em nome do que cada um pensa ser o certo ou do seu direito. Se olharmos somente os crimes de morte em suas formas violentas mais primitivas estão sendo cada vez mais praticados por homens mulheres e até crianças. Pais matam filhos e filhos matam os pais, irmãos idem, maridos e esposas etc. a violência mostrada nos noticiários como sendo uma mazela apenas da parte da sociedade excluída das benesses do progresso esta mascarada pelo interesse mediático de produzir efeitos de acordo com a necessidade comercial. Seja da indústria armamentista ou das diversas outras beneficiadas pelo estado de normalidade que buscam associar a uma situação que pode ser controlada! Será?

Chegamos a um ponto que não sabemos mais se o nosso vizinho ou parente será o agente que irá trazer a violência até nós! Pois a indústria bebidas alcoólicas que prometem alegria gerada pelos efeitos químicos; se limitam para parecerem preocupadas com os efeitos nocivos das suas “promessas” a alertarem através de uma hipócrita mensagem de: Beba com moderação. Como Pilatos, lavam as mãos em relação a sua culpa se acaso o usuário passar “da moderação” sugerida venha embriagado assassinar o seu vizinho ou qualquer outro que não entenda que seu estado descontrolado, nada mais é do que o que os fabricantes de bebidas sugerem: Efeito da alegria.

Como então desprezar os sinais visíveis de descontrole e da influencias negativas que estão sobre esta geração? Quem tem criado seus filhos? Não são os agentes da desordem: As drogas, bebidas, sexo, vaidade, luxuria, desobediência, prostituição! Não são destes agentes que eles têm tirados os exemplos? Não estão nas novelas, nas baladas, noitadas, Facebook, Twitter os exemplos que estão formando o caráter da geração jovem de hoje? Quantos pais ainda possui algum controle sobre seus filhos? - Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele. Provérbios 22:6.

E quanto às famílias cujos membros estão sendo devastados todos os dias pelas drogas, bebidas, sexo? Quantos pais têm vertido lagrimas de sangue ao enterrar seus filhos; quando a ordem natural seria serem enterrados por eles. Vocês pais são igualmente culpados por serem omissos; e ainda querem imputar a culpa da própria desobediência a Deus! Ou não é o que fazem? Mas, quantas vezes recusaram a voltar-se para Ele? - Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! Mateus 23:37.

Se vocês pais, querem realmente ter uma chance de salvarem não somente aos seus filhos como também a vocês mesmos. Deem ouvidos e sigam os ensinamentos de Jesus Cristo. Pois, ainda que não creiam, querendo ou não, o que está escrito vai acontecer.

Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.

E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;

Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa; E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.

Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!

E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado; Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.

E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.

Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

Eis que eu vo-lo tenho predito.

Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.

Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.

Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.

E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.

Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e  rotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.

Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.

O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.

Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.

E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.

Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.

Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra.

Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.

Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.

Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.

Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo?

Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.

Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens.

Mas se aquele mau servo disser no seu coração: O meu senhor tarde virá; E começar a espancar os seus conservos, e a comer e a beber com os ébrios, Virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe, E separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mateus 24:13-51.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. Mateus 11:15

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...