domingo, 8 de abril de 2012

Jesus lhes respondeu: "Destruam este templo, e eu o levantarei em três dias". João 2:19.

image

Esta foi à resposta de Jesus aos Judeus após Ele expulsar os que iam comercializar no Templo Deus como se fosse um mercado:

Quando já estava chegando a Páscoa judaica, Jesus subiu a Jerusalém.
No pátio do templo viu alguns vendendo bois, ovelhas e pombas, e outros assentados diante de mesas, trocando dinheiro.
Então ele fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois; espalhou as moedas dos cambistas e virou as suas mesas.
Aos que vendiam pombas disse: "Tirem estas coisas daqui! Parem de fazer da casa de meu Pai um mercado! "
Seus discípulos lembraram-se que está escrito: "O zelo pela tua casa me consumirá".
Então os judeus lhe perguntaram: "Que sinal miraculoso o senhor pode mostrar-nos como prova da sua autoridade para fazer tudo isso? " João 2:13-18.

Ainda hoje, no entanto, vemos os mesmos mercadores, cambistas e religiosos fazendo da casa de Deus um mercado, onde a principal mercadoria é o ensinamento da pratica de uma fé ingênua ou interesseira de acordo com quem ensina. Para que não me acusem de somente atacar os erros cometidos pela ICAR e seus seguidores. Estou acrescentado também a este conjunto de coisas que infelizmente fogem da verdadeira palavra; os que se dizem evangélicos; mas que, contudo não deixam de serem iludidos também pelos os apelos do doce engano do chocolate ou simplesmente aproveitaram o feriado para não irem à igreja hoje.

Hoje pela manhã participei do EBD – Ensino Bíblico Dominical e tive oportunidade de mencionar o acidente ocorrido ontem durante uma representação cênica da traição de Judas em uma cidade do interior de São Paulo, onde um ator está internado por ter se enforcado de fato acidentalmente.

Falei sobre a inutilidade e consequências de tentar mostrar sinais visíveis de algo cujo entendimento é essencialmente espiritual. Disse mais! A prova maior da inutilidade de tentar convencer as pessoas fazendo-as “ver” como foi um acontecimento do passado sem que aja o entendimento. Se dá pelo  fato de não se tratar de uma questão de verem para crer; e sim de crer ainda que não vejam. Citei como exemplo o fato de que, sempre as pessoas religiosas tiveram uma necessidade de “verem sinais” para enfim crerem.

Aconteceu até com Jesus Cristo como narrado no versículo sublinhado acima. - Jesus lhes respondeu: "Destruam este templo, e eu o levantarei em três dias". João 2:19. Vejam que, uma resposta dada para quem não tem entendimento, mesmo sendo a pura verdade; perder-se sem que aja de fato a compreensão: Os judeus responderam: "Este templo levou quarenta e seis anos para ser edificado, e o senhor vai levantá-lo em três dias? " João 2:20. Por isso que insisto que a questão da descrença não é o fato de não verem sinais. Mas, o de não entenderem os mesmos: Mas o templo do qual ele falava era o seu corpo. João 2:21. Jesus Cristo que lhes falava. Era o verdadeiro e definitivo sinal.

E meus queridos (as) Fiz hoje no EBD o seguinte questionamento: Ainda que Jesus Cristo voltasse fazendo sinais e milagres mais evidentes do que os que foram feitos quanto Ele entre nós esteve. Seria o suficiente para as pessoas acreditarem? Creio que não! Pois isso já foi feito no passado e o resultado foi o que conhecemos: Eles o mataram. E para que não pense que eu estou sendo pessimista, observem o que o próprio Jesus Cristo pensa destes que depende de sinais para crerem: Depois que ressuscitou dos mortos, os seus discípulos lembraram-se do que ele tinha dito. Então creram na Escritura e na palavra que Jesus dissera.
Enquanto estava em Jerusalém, na festa da Páscoa, muitos viram os sinais miraculosos que ele estava realizando e creram em seu nome. Mas Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos. Não precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois ele bem sabia o que havia no homem. João 2:22 –25.

Não meus queridos (as), seja quais sinais visíveis que se possa mostrar ou fazer; para quem tem um coração incrédulo de nada adiantaria. Fé é crer sem vê. Fé é esperança. É crer no invisível. É crer de forma incondicional assim com Jesus Cristo confiou no Pai e se deixou morrer para que todos nós tivéssemos a oportunidade de nos arrepender dos pecados e voltarmos para Deus. Todavia para que o mundo saiba que amo o Pai e que faço o que meu Pai me ordenou. Levantem-se, vamo-nos daqui! " João 14:31.

É crer que há mais de 2000 anos o Nosso Senhor Jesus ressuscitou, reconstruiu o templo definitivo de adoração ao Pai e nos deu uma nova vida. Este é o proposito e o significado da verdadeira Páscoa do Senhor. Que por Ele somos feitos filhos e filhas de Deus: Ao cair da tarde daquele primeiro dia da semana, estando os discípulos reunidos a portas trancadas, por medo dos judeus, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: "Paz seja com vocês! "
Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se quando viram o Senhor.
Novamente Jesus disse: "Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio".
E com isso, soprou sobre eles e disse: "Recebam o Espírito Santo. Se perdoarem os pecados de alguém, estarão perdoados; se não os perdoarem, não estarão perdoados". João 20:19-23.

Não sejam como Tomé, que mesmo tendo andando com Ele, ouvido a Ele e tendo-o visto e os sinais e milagres, ainda assim não creu: Tomé, chamado Dídimo, um dos Doze, não estava com os discípulos quando Jesus apareceu.
Os outros discípulos lhe disseram: "Vimos o Senhor! " Mas ele lhes disse: "Se eu não vir as marcas dos pregos nas suas mãos, não colocar o meu dedo onde estavam os pregos e não puser a minha mão no seu lado, não crerei". João 20: 24 e 25.

Quem sabe se mesmo assim vocês ainda não acreditariam: Uma semana mais tarde, os seus discípulos estavam outra vez ali, e Tomé com eles. Apesar de estarem trancadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: "Paz seja com vocês! "
E Jesus disse a Tomé: "Coloque o seu dedo aqui; veja as minhas mãos. Estenda a mão e coloque-a no meu lado. Pare de duvidar e creia".
Disse-lhe Tomé: "Senhor meu e Deus meu! "
Então Jesus lhe disse: "Porque me viu, você creu? Felizes os que não viram e creram".
Jesus realizou na presença dos seus discípulos muitos outros sinais miraculosos, que não estão registrados neste livro.
Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome. João 20:26-31.

Se vocês acham que o significado de ter vida é o fato de estarem ainda respirando! Queiram algo maior! Queiram experimentar a vida que há em Jesus Cristo e verão que ainda que morram: Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; João 11:25.

Isto é Cristo! Isto é Ressurreição. Isto é vida eterna. Isto é crer! E acima de tudo isto é a verdadeira Páscoa.

Feliz Páscoa do Senhor para vocês.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.