segunda-feira, 26 de março de 2012

Porque a vontade de meu Pai é que todo o que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia". Com isso os judeus começaram a criticar Jesus, porque dissera: "Eu sou o pão que desceu do céu". João 6:40-41

 

image

Criticar é um costume que acompanha o homem a muito tempo, contudo vemos que em muitos casos o que motiva as criticas muitas vezes é a falta de entendimento do que está  ouvindo ou do que possam estar vendo. Dificilmente veremos uma crítica que seja baseada em argumentos sólidos que verdadeiramente contraponha a mensagem. Muitas são apenas porque alguém não gosta e, portanto crítica. Neste versículo fica claro que os judeus criticavam a Jesus anão somente pelo fato de que o que Ele falava ia diretamente de contra os seus desejos, mas também por não querer compreender que o que Jesus dizia era verdadeiramente o que Deus queria: E diziam: "Este não é Jesus, o filho de José? Não conhecemos seu pai e sua mãe? Como ele pode dizer: ‘Desci do céu’? " Respondeu Jesus: "Parem de fazer-me críticas. João 6: 42-43.

É evidente que os que críticam  sempre pensam que estão cheio de razões e são muitos resistentes em suas convicções do que acham certos ; para abrirem a mente e o coração à uma proposta ou ideia que vai de contra ao que pensa ser a sua verdade. Isto apenas falando dos pensamentos e ideias, imagine quando é no tocante ao conhecimento do que Deus espera de nós? Surge logo os críticos estudiosos.  Não foi atoa que Jesus deixou claro que não dependeria somente da compreensão, entendimento, desejo, querer apenas ou por qualquer argumento humano, que as pessoas viesse a crer nEle. - Ninguém pode vir a mim, se o Pai, que me enviou não o atrair; e eu o ressuscitarei no último dia. João 6: 42-44.

Se meditarmos nesse unico versículo, ele já seria suficiente para entendermos o porquê da inutilidade das muitas religiões. Pelo menos das que se declaram terem como finalidade buscar a Deus. Fica claro que o Deus que sonda os corações e mentes na sua oniciência é conhecedor também das intenções. – Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão ensinados por Deus’. Todos os que ouvem o Pai e dele aprendem vêm a mim. Ninguém viu o Pai, a não ser aquele que vem de Deus; somente ele viu ao Pai. Asseguro-lhes que aquele que crê tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. João 6:45-48.

Viram? Não sou eu que estou querendo induzi-los a não serem religiosos. É o próprio Jesus que nos lembra de que isto já tinha inclusive sido escrito sobre Ele. Um grave erro que nós como homens até hoje cometemos, é o da dificuldade de nos desfazermos do que foi ensinado quando isso nos convém, mesmo estando errado, somos resistente a mudar quando recebemos uma nova orientação, ainda que esta orientação seja o melhor para nossa vida.

Os seus antepassados comeram o maná no deserto, mas morreram.
Todavia, aqui está o pão que desce do céu, para que não morra quem dele comer.
Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.
Então os judeus começaram a discutir exaltadamente entre si: "Como pode este homem nos oferecer a sua carne para comermos? "
Jesus lhes disse: "Eu lhes digo a verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesma.
Todo o que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.
Pois a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida.
Todo o que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.
Da mesma forma como o Pai que vive me enviou e eu vivo por causa do Pai, assim aquele que se alimenta de mim viverá por minha causa.
Este é o pão que desceu do céu. Os antepassados de vocês comeram o maná e morreram, mas aquele que se alimenta deste pão viverá para sempre".
Ele disse isso quando ensinava na sinagoga de Cafarnaum.
Ao ouvirem isso, muitos dos seus discípulos disseram: "Dura é essa palavra. Quem consegue ouvi-la? " João 6:49-60.

Muitos se aproveitam da dificuldade de compreenderem a vontade de Deus, seja natural ou por má vontade para se “escandalizarem”. Este é um dos caminhos comumente usado pelos que não gostam de serem contrariados ou confrontados pela verdade. - Sabendo em seu íntimo que os seus discípulos estavam se queixando do que ouviram Jesus lhes disse: "Isso os escandaliza? Que acontecerá se vocês virem o Filho do homem subir para onde estava antes! João 6:61-62.

Jesus Cristo tinha todo o conhecimento do que falava e para quem falava. Ele nunca foi tentado a ser enganado pelo grande número de pessoas que se reuniam ao seu redor para ouvi-lo; achando  que todos que ali estavam estariam recebendo de bom grado as suas palavras. – O Espírito dá vida; a carne não produz nada que se aproveite. As palavras que eu lhes disse são espírito e vida.
Contudo, há alguns de vocês que não creem". Pois Jesus sabia desde o princípio quais deles não criam e quem o iria trair.
E prosseguiu: "É por isso que eu lhes disse que ninguém pode vir a mim, a não ser que isto lhe seja dado pelo Pai".
Daquela hora em diante, muitos dos seus discípulos voltaram atrás e deixaram de segui-lo. João 6:63-66.

Há uns 03 anos atrás se não estou enganado; um grande “estudioso” dos assuntos pertinentes a Deus e Jesus Cristo, alardeou aos quatros cantos do mundo ter “decifrado” o conteúdo de um dos muitos escritos do passado sobre a história de Jesus Cristo do qual este  grande “estudioso” foi a publico revelar a sua grande e até então (para ele e os que como ele pensa) descoberta: O Evangelho de Judas. Através dele o nobre estudioso chegou a brilhante conclusão (com apenas mais de 2000 anos de atraso) de que Jesus Cristo sabia que Judas Iscariotes iria trai-lo!!!! Rufem os tambores, acendam os holofotes e mostrem a mundo mais uma pobre e infeliz criatura que desprovida do Espirito Santo de Deus mesmo sendo considerado por outros homens como ele, como sendo sábio, no fundo é um pobre coitado igual aos que ouviram não entenderam, e abandonaram Jesus.

Jesus perguntou aos Doze: "Vocês também não querem ir? "

Simão Pedro lhe respondeu: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna.

Nós cremos e sabemos que és o Santo de Deus.

Então Jesus respondeu: "Não fui eu que os escolhi, os Doze? Todavia, um de vocês é um diabo! "

( Ele se referia a Judas, filho de Simão Iscariotes, que, embora fosse um dos Doze, mais tarde haveria de traí-lo. ) João 6:67-71.

Aqui está meus queridos (as) mais uma constatação do porque lhes convido sempre a lerem a Bíblia e orando antes para que o Espirito Santo de Deus lhes abram os olhos a mente e o coração para a verdade que somente aqueles que não têm o espirito da crítica poderão receber e libertar-se. - E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. João 8: 32. – Pois se assim fizerem não serão iludidos por falsos estudiosos e suas declarações desprovidas do mínimo conhecimento de Deus. E com todo tipo de revelações sem pé nem cabeça, nunca mais ouvi falar desta pessoal. Alias pela cabeça de pessoas que não tem o pensamento voltado para a verdade de Deus tudo é possivel.  - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha à apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, 2 Tessalonicenses 2:3

E mas, se ainda assim tiver duvidas a quem dar ouvidos? Eu recomendo a confiar plenamente e seguir o que a Bíblia orienta. Afinal pelo que vemos nos homens que tenta trazer para si a glória da revelação do que somente Jesus é capaz, não os tornam nada confiáveis: Pois tais homens são falsos apóstolos, obreiros enganosos, fingindo-se apóstolos de Cristo. 2 Coríntios 11:13.

Ah! E com relação a mim! Faça como os Bereanos: Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. Atos 17:11.

Leiam a Béblia Sagrada: www.bibliaonline.com.br

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.