domingo, 27 de março de 2011

Não busque Jesus na Cruz. Ele vive!

ia_lucas24_5-6

E o mar se levantou, porque um grande vento assoprava. E, tendo navegado uns vinte e cinco ou trinta estádios, viram a Jesus, andando sobre o mar e aproximando-se do barco; e temeram. Mas ele lhes disse: Sou eu, não temais. João 6:18,19,20

Esta passagem aconteceu após Jesus ter estado pregando no monte na outra margem do Mar da Galileia, porém o que vou tentar mostrar a vocês é uma imagem de Jesus que foge da visão de que Jesus por ser quem é não só percebia mais também mostrava aos discípulos preparando-os para todo o tipo de pessoas que estariam a segui-los.

Verão que assim com hoje já naqueles dias havia os aproveitadores da boa fé e do amor de Deus.

Logo após ter me convertido passei a ir aos cultos na Igreja e também a ler com atenção os versículos mencionados nas pregações, nos programas de missionário R.R Soares e também passei a pesquisar na internet tudo que referente a Jesus. Uma das coisas que me chamou a atenção foi o fato de que tanto nas pregações e também na própria bíblia nunca conseguia relacionar Jesus com a imagem que até então eu tinha tido conhecimento através de tudo que é difundido pela Igreja Católica mostrando um Jesus excessivamente tolerante e bondoso chegando a parecer piegas como se em nada Ele fosse também racional.

Claro que Jesus enquanto esteve aqui como homem em tudo que se refere à qualidade humana que todos deveríamos ter foi em tudo superior. Porém ele viveu e conviveu com o povo como homem e tendo a presciência do que pensava os homens não poderia ser para todos e em todo tempo compreensivo a ponto de não repreender. Mas Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia João 2:24.

Em várias passagens é possível vê que somente por Jesus ser divino ainda que estivesse aqui como homem seria capaz de tolerar as várias falhas cometidas contra Deus mesmo que muitas pela ignorância mas não deixava de indignar-se e demonstrar a sua desaprovação.

Quando já estava chegando a Páscoa judaica, Jesus subiu a Jerusalém.

No pátio do templo viu alguns vendendo bois, ovelhas e pombas, e outros assentados diante de mesas, trocando dinheiro.

Então ele fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois; espalhou as moedas dos cambistas e virou as suas mesas.

Aos que vendiam pombas disse: Tirem estas coisas daqui! Parem de fazer da casa de meu Pai um mercado! João 2:13-16.

Jesus mostrou pela sua reação toda a sua indignação com aqueles que se aproveitavam da fé do povo e teve uma atitude humana de um bom filho que zela pelas coisas do pai apesar de que em tudo que vazia havia um proposito de ensinamento espiritual por consequência. Seus discípulos lembraram-se que está escrito: "O zelo pela tua casa me consumirá". João 2:17.

Ontem estive em uma cerimonia de celebração católica de casamento e ao vê aquelas imagens representando anjos, santos e por fim um Jesus ensanguentado com um semblante de vitima eterna fiquei a pensar: O que faria então Jesus vendo esta distorção do proposito da sua crucificação?

Esta exposição de uma imagem caricata do seu sacrifício me faz questionar como pessoas que dizem estudar a palavra são capazes de cometer tantos erros bíblicos ao longo de tanto tempo e o pior! Foi ver que além de estarem expondo uma imagem deturpada de Jesus ainda transformam a Cruz que era o símbolo da pior e mais humilhante morte em uma cruz glamorosa ornada e enfeitada com ouro como se assim pudesse amenizar o sofrimento do único e verdadeiro Jesus que não mais está pregado numa Cruz. No primeiro dia da semana, de manhã bem cedo, as mulheres tomaram as especiarias aromáticas que haviam preparado e foram ao sepulcro.

Encontraram removida a pedra do sepulcro, mas, quando entraram, não encontraram o corpo do Senhor Jesus.

Ficaram perplexas, sem saber o que fazer. De repente dois homens com roupas que brilhavam como a luz do sol colocaram-se ao lado delas.

Amedrontadas, as mulheres baixaram o rosto para o chão, e os homens lhes disseram: "Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive?

Ele não está aqui! Ressuscitou! Lembrem-se do que ele lhes disse, quando ainda estava com vocês na Galiléia:

É “necessário que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia“.

Então se lembraram das suas palavras. Lucas 24:1-7.

Qual a dificuldade de entenderem as palavras descritas acima? E quanto mais me pergunto à única resposta que me vem é a que está descrita na própria Bíblia. Pois, quem dentre os homens conhece as coisas do homem, a não ser o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece as coisas de Deus, a não ser o Espírito de Deus. I Coríntios 2:11.

Este deve ser de fato o motivo. A falta do Espirito de Deus.

Certa vez li o depoimento de um ex-padre que contava que quando era um jovem seminarista, estava confuso com o que lia na Bíblia dita Católica e foi procurar um padre mais velho para perguntar-lhe porque que a bíblia dizia uma coisa e eles eram levados a fazerem outra? O velho padre então lhe respondeu: Se você quiser seguir a risca o que está na Bíblia vá ser Crente, pois a Igreja Católica é uma instituição e segue as regras desta instituição.

Porquanto, ignorando a justiça que vem de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se submeteram à justiça de Deus.

Porque o fim da lei é Cristo, para a justificação de todo o que crê. Romanos 10 3,4.

Se este fato é verdadeiro eu não posso afirmar, porém está registrado na Revista que li, mas que me leva a concluir que: se de fato é este o pensamento e tudo leva crer que sim! Que permeia na I.C.A.R. eles são conscientes do engano que estão praticando e ensinando.

Com todo respeito aos Católicos. Mais é deprimente vê tantas imagens, esculturas, quadros e gravuras e ouvir versículos cantados em um tom que mais lembra uma lamuria sentimental não convincente ao invés de para que são e se propõem: ensinamentos.

Jesus pregava a palavra em alto e bom som nas Sinagogas Judaicas e também nos montes, nas praças em lugares públicos não existe relatos na bíblia de Jesus recitando em cantoria lamuriosa as suas pregações das Sagradas Escrituras e nem assim fizeram os Apóstolos após ele.

Vejam o que é relatado na bíblia que aconteceu quando os Apóstolos foram cheios do Espirito Santo.

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava.

Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo.

Ouvindo-se este som, ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua.

Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: Acaso não são galileus todos estes homens que estão falando?

Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa própria língua materna?

Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia, Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma, tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua!  Atos 2:4-11.

Como cristão posso afirmar que minha tristeza é motivada pelo fato de me preocupar em conhecer mais do Deus a quem eu sirvo e amo através da leitura da sua palavra para depois se ouvir, vê ou tomar conhecimento de algo relacionado a este único Deus e então possa expressar concordância ou não. E não se trata de rebeldia a alguém ou a algo que digam estar relacionado a Ele. Estou fazendo exatamente o que a palavra de Deus orienta.

O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro.

Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo. Efésios 4:14;15.

Não deem ouvidos a tudo que é dito sobre Deus , Jesus e o ser Cristão busque na Bíblia a verdade que os libertará.

Pelo nome de Jesus.

Amém.

Vivo por Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...