quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Jesus disse: —Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim.

ia_1joao4_19

Jesus disse: —Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim.

Na casa do meu Pai há muitos quartos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito. E, depois que eu for e preparar um lugar para vocês, voltarei e os levarei comigo para que onde eu estiver vocês estejam também. ( João 14:1-3 NTLH)

Uma das muitas transformações que ocorre naturalmente nas pessoas que aceitam a Jesus, é  que elas passam a confiar verdadeiramente em Deus e buscam nas suas orientações as verdadeiras maneiras para  solucionar os problemas que irão enfrentar. É  exatamente esta capacidade de  transformar a adversidade em uma oportunidade para por em pratica a nossa Fé; que faz com que não fiquemos perturbados ou aflitos. Um dos principais motivos que leva uma pessoa a ficar cheias de preocupações ou a  não conformar-se por não ter conseguido os objetivos, é o sentimento de desilusão.

Não ficarmos desiludidos por algo que não foi ainda alcançado. Esta atitude é que faz toda diferença para  o crente que verdadeiramente confia nas promessas de Jesus, é o que faz com que não desista do que não conseguiu de forma natural e transfira toda a sua esperança para o sobrenatural de Deus.

Sabendo que pela fé ainda poderá alcançar: A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver. (Hebreu 11:1 NTLH). Esta convicção é respaldada pelos inúmeros exemplos que encontramos nas Escrituras, onde no passado os homens de Deus nunca deixaram de crer que se Deus havia prometido aquilo se cumpriria!: Portanto, há duas coisas que não podem ser mudadas, e a respeito delas Deus não pode mentir. E assim nós, que encontramos segurança nele, nos sentimos muito encorajados a nos manter firmes na esperança que nos foi dada. (Hebreu 6:18 NTLH).

E nós, os crentes em Jesus hoje temos que ter esta mesma esperança não permitindo que a decepção possa ser motivo para que façamos algo que Deus abomina como  a murmuração = MURMURAR Ato de Censurar ou reclamar. Pois uma vez  que temos o conhecimento do que a palavra de Deus diz, não podemos agir como qualquer pessoa reagiria: Na multidão havia muita gente comentando sobre ele. Alguns diziam: —Ele é bom. —Não é não; ele engana o povo! —afirmavam outros. (João 7:12 NTLH).

Em todas as reações sejam por qual motivo , se nela existir algo que possa suscitar duvida, não poderá haver Fé! Outro sentimento tomará conta do espirito e da alma da pessoa, este sentimento  é o Medo. Sei que o medo é uma reação natural e até de certa forma instintiva, que por muitas vezes até nos protegem. Concordo! Porém o medo é também interpretado quando manifestado pelo sentimento da duvida, do que  irá ou não acontecer, pelo receio de não lograr algo que ainda não conseguiu; o que chamamos: Ausência de Fé.

Jesus respondeu: —Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus. (Lucas 9:62 NTLH).

Jesus sempre se utilizava de exemplos do cotidiano para demonstrar a viabilidade de vivermos dentro dos padrões que ele ensinava. Ou não é um fato de que nenhum lavrador após semear a terra, retorna para vê se as sementes estão ou não sob ela? Como já disse, não faço grandes estudos sobre o tema irei escrever no blog. Mais somente pelo fato de ter que estar em concordância com a palavra, tenho que “passear” pelos livros e com isso não só vou demonstrando a veracidade  do que escrevo como vou tendo cada vez mais compreensão.

Hoje até comentei em uma conversa  muito agradável com uma cliente sobre Jesus. Que as escrituras eram ensinadas ao povo oralmente  pelos escribas e sacerdotes e que eu pelo fato de eu não ser um “escritor” eu sabia que cometia deslizes linguísticos. Estava lembrando desta conversa e me senti quase que também fazendo o mesmo quando escrevo, pela forma mais intimista que vou  transmitindo a palavra, por não ter o domínio das regras de concordância, da gramatica, pontuação etc. atributos necessários para um  verdadeiro escritor.

Penso que era mais ou menos o que acontecia com aqueles que fazia a leitura dos rolos ou pergaminhos dos evangelhos , quando menos esperavam estavam não somente lendo, mais também dando vida a narrativa de forma entusiasmada, como se contagiados pelas Boas Novas que é o significado de Evangelho. Eu de certa forma me sinto do mesmo jeito, por vezes me pego escrevendo e apagando e tornando a escrever, quase sem nenhuma preocupação de estar “escrevendo da maneira correta”, porém com a certeza de que estou me fazendo entender para aqueles que o Espirito Santo já  capacitou. No nosso meio cristão tem um dizer muito comum: Que Deus não escolhe os mais capacitados, mais capacita os escolhidos.

Agradeço de coração a todos que leem as minhas postagens, que percebem os meus muitos erros e mesmo assim poupa-me das criticas. Não que eu fosse me ofender por estarem apenas comprovando um fato. Mais pelo meu desejo que apesar destas falhas, da maneira que seja; a mensagem possa estar sendo entregue.

Certa vez Jesus disse: Jesus continuou a falar a eles. Ele disse: —Eu não posso fazer nada por minha própria conta, mas julgo de acordo com o que o Pai me diz. O meu julgamento é justo porque não procuro fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou. (João 5:30 NTLH).

Se Jesus nos ensina que até ele obedecia ao Pai. Quem sou eu que por não saber escrever  irá desobedecer?

Que o Espirito Santo continue  abrindo suas mentes para o entendimento e os corações de todos que estão assim como eu, buscando aprender mais de Deus.

 

Amém

Vivo por Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...