sexta-feira, 10 de agosto de 2012

E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. Lucas 5:5.

image

A grande diferença que percebo em relação a obediência a palavra de Jesus Cristo nas igrejas atualmente; e a obediência demonstrada por Simão no versículo acima, é o fato de que nas igrejas de hoje os membros ouvem a palavra Dele na expectativa de verem o milagre que já estão esperando se realizar! O que é nitidamente contrário a obediência demonstrada por Simão; que logo seria chamado de Pedro o principal seguidor de Jesus; que por não ter ideia do que iria acontecer, se preocupou em informar que já haviam feito tudo que como experientes pescadores sabiam e não tinham tido êxito na pesca.

Bem! O resultado é que a obediência sincera dentro da vontade de Deus faz com que os frutos logo apareçam: E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompias-lhes a rede. Lucas 5:6.

Outra diferença que demonstra os motivos que estão realmente por trás da obediência a palavra nos dias atuais é a individualização dos resultados esperados. No versículo titulo Simão fala em nome dele e seus companheiros de embarcação e vendo a dimensão do resultado do milagre gerado pela palavra de Jesus; não hesitou em convidar os demais colegas pescadores que assim como ele não tinham obtido sucesso na pescaria noturna. - E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. Lucas 5:7.

Hoje infelizmente o que vemos são pessoas que ao aceitarem a Jesus e passarem a congregar em certa igreja física comumente chamada de denominação, logo... logo aprende a identificar-se e comunicasse como irmão de todos por Cristo Jesus. Entretanto algo muito incoerente ocorre durante a iniciação deste novo irmão e que também é comum a alguns membros mais antigos. Que é o de também, logo estarem buscando identificar quais os cultos que ouvirá as promessas de Jesus. Ao invés de buscar participar do culto que trás instruções e faz exortação a conduta de um verdadeiro cristão tais como: Participar dos Estudos Bíblicos na EBD Escola Bíblia Dominica é muito, mas comum logo vermos o irmão, identificando-se com os cultos cujo tema seja por assim dizer: Mais abençoador! Onde talvez os seus desejados milagres possam acontecer. Infelizmente quem age assim, perde muitas vezes a chance de ser verdadeiramente abençoado justamente por desconhecerem o que a palavra ensina; inclusive sobre o que e como devemos pedir. - Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Tiago 4:3

Por isso que infelizmente se tem visto recintos de igrejas lotados de pessoas que não se converteram realmente e que lá estão mais interessadas nas bênçãos do que no abençoador Jesus Cristo. Às vezes fico meditando sobre as causas deste comportamento nas pessoas e não é difícil de perceber que muitos desejam de fato apenas serem vistos nas igrejas! O problema é que não aceitam as condições para viverem fora delas como cristãos de fato. Por isso que apesar dos crescentes números de pessoas que ao serem questionadas pelos institutos de pesquisas social se dizerem cristãs, muitas estão respondendo da forma que a pesquisa os verão: Um número estatístico! E que perigosamente também contribuem para os excessos de escândalos que também temos visto em igual proporção.

Para o caso de que alguém possa está se perguntando, então o que é preciso fazer para ser um verdadeiro cristão? Em primeiro lugar, quero deixar claro que o principio bíblico para que uma pessoa venha a se tornar um cristão continua e sempre será um só: Aceitar a Jesus Cristo como Seu único e suficiente Salvador e nada mais! - Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. João 12:46. No entanto o que estou querendo mostrar pelo exemplo acima, é que apesar de sermos salvos pela misericórdia de Deus e sua Graça concedida em Jesus Cristo. E mesmo sabendo que a Graça significa: Favor imerecido. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5:8.

E que não será pelas coisas aparentes como as obras pessoais que iremos mostrar que somos cristãos ou não. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Efésios 2:8. Mas que, no entanto por esta mesma graça é que receberemos de Deus os dons que irão permitir a nossa transformação. Digo transformação, pois de fato é o deve ocorrer para que sejamos verdadeiramente cristãos. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformada pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2.

Observem porém que diferente do uso pejorativo dirigido por quem não aceitam Jesus aos cristãos, de termos sofrido lavagem cerebral, muito pelo contrario, a transformação é a maior ou senão a melhor definição para que uma pessoa demonstre a sua capacidade de compreensão, entendimento e até da aplicação do que se costuma chamar de capacidade intelectual, pois a racionalização das coisas é justamente o que Deus espera da sua criação! Pois ao racionalizarmos o que estamos aprendendo comparando com o que vivemos é muito mais simples entender o porque de não ser mais necessário praticar fora de nós o que antes pensávamos ser o que agradaria a Deus. Tais como sacrifícios, ofertas, penitencias, promessas e principalmente cultos movidos somente por uma conversão emocional ou como acontece muito, movida por necessidades materiais. Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. Romanos 12:1

Não creio que exista uma só pessoa que nunca teve duvida do que venha ser de fato a vida! Ou que já não tenha parado para tentar encontrar a resposta nas muitas explicações que estão por ai? A boa noticia é que a Bíblia é a resposta para todas as suas duvidas! Como costumo dizer, é o manual que contém todas as instruções que necessitamos para compreender o funcionamento da maravilhosa criação de Deus que somos: E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto. Gênesis 1:31.

No entanto meus queridos (as), para que tudo funcione perfeitamente é necessário que aprendamos como utilizarmos e pormos em pratica corretamente também as instruções desse manual. - Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; 2 Timóteo 3:16. O Apostolo Paulo nesta instrução ao jovem discípulo Timóteo nos dá a principal condição para que possamos atingir o entendimento necessário: Que é o de sermos espirituais! E como podemos ser espirituais estando nas igrejas com os pensamentos e pedidos voltados exclusivamente para os nossos desejos carnais e materiais? Dai meus queridos (as), vem a minha exortação quando ao fato de que não podemos ser verdadeiramente cristãos quando somente desejamos alcançar as coisas que desejamos para esta vida. Ainda mas, quando a razão pela qual o Nosso Senhor Jesus Cristo padeceu até a morte na cruz foi para nos dá a salvação para a vida eterna: Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:15.

A questão que vejo incomodar a muitos: É que a maioria fica olhando e cobiçando o que veem no mundo e imaginam o porquê de não poder como cristão também usufruir? Mas, quem disse que não podem usufruir? Se o próprio Jesus disse: Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei. João 14:14. O que ocorre é que os motivos ou a destinação do que é pedido, ainda que em Nome de Jesus, nem sempre estão de acordo com os princípios, mandamentos e a vontade de Deus; que a maioria por desconhecerem que Deus sempre quer o melhor para nós, não “consegue” aceitar o não quando ocorre. E logo acham que então é mais vantajoso continuar a arriscar a sorte no mundo sem Jesus.

Acham que os seus ensinamentos são difíceis e não percebem o tamanho do fardo que carregam:

E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também. E se amardes aos que vos amam que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.

E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto. Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus.

Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.

Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:31-38.

Desejam tudo para si mesmos e não conseguem ao menos amar o próximo para que até os seus esforços fossem menor. Para que entendam que não é vontade de Deus e tão pouco é necessário fazermos votos de castidade ou de vida miserável para que sejamos de fato verdadeiros cristãos. Jesus ensina o que devemos fazer para nos desprendermos destes falsos conceitos e receber então o melhor que Deus tem para nós: Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33

Creiam em Jesus Cristo e terão mais do que apenas coisas para buscarem, gastarem e deixarem neste mundo. - Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mateus 6:19

Receba-o e terão tesouros na vida eterna. - Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Mateus 6:20.

Como está faltando pessoas sinceras como Simão dentro e foras das igrejas dentre as que se dizem cristãs: E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam por causa da pesca de peixes que haviam feito. Lucas 5:8,9.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.