segunda-feira, 9 de julho de 2012

E, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus. Lucas 6:20.

image

Sabemos que a maneira como o mundo hoje em dia enxerga a pobreza esta baseada somente no aspecto da falta de recursos materiais. No entanto pelo capitulo 6 do livro do apostolo Lucas vemos que para Jesus Cristo o estado de pobreza vai muito além da falta de recursos materiais e do que se possa adquirir através deles. Contrariando o que é visto como motivo para uma pessoa se lamentar da sua sorte. Jesus nos ensina nestes versículos que a pessoa ser considerado pobre pela ausência das riquezas materiais e até das coisas mais básicas como a alimentação; quando comparado às coisas espirituais, que são de fato as riquezas que Ele esta mostrando ser superior e mais necessária! Realmente perde em importância.

Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.
Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do homem.
Folgai nesse dia, exultai; porque eis que é grande o vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas. Lucas 6:21,23

Eu entendo que em momento algum Jesus esteja pregando a necessidade de termos uma vida miserável e de sofrimento, mas, no entanto mostra claramente para os que desejam segui-lo que não será esperando a completa satisfações das coisas que alcançaremos o melhor de Deus. Pois, é notório que quando mais as pessoas possuem riquezas, menos acham que precisam de Deus. Isto fica bem claro nos versículos seguintes que claramente mostra onde esta a segurança dos que se consideram ricos. O que para quem verdadeiramente esta em busca de algo mais, verá que não se compara com a consolação de Cristo.

Mas ai de vós, ricos! Porque já tendes a vossa consolação.
Ai de vós, os que estais fartos, porque tereis fome. Ai de vós, os que agora rides, porque vos lamentareis e chorareis. Lucas 6:24,25.

Um aspecto interessante que tenho observado junto às pessoas que me dão condolências pela minha perda; é que elas nitidamente expressam nas suas palavras e até nos semblantes que esperam encontrar em minha resposta e também no meu semblante as mesmas expressões de sentimento de inconformismo dor lamento queixa tristeza profunda etc. muito comum neste momento. E ficam sem palavras quando digo apenas que estou bem porque sei que minha mãe esta com Jesus.

O mais interessante é que o que a minha resposta só provoca esta reação, porque não é dita com os mesmos jargões popular para estas ocasiões tipo: Ela foi para um lugar melhor! Ou, Ela agora não esta mais sofrendo! Descansou! Etc. E por ai vai.

Vejam que minha reposta até que sintetizam todas as já habitualmente usadas (e são muitas). Porém, pelo fato de eu ser direto ao afirmar que: Ela está com Jesus! Faz com que pareça ser de difícil compreensão e pior. Aceitação! Vocês nem imaginam o que ouço dos que pensando ser para “consola-me” já tem pronto. São aqui que entra os ensinamentos do “Bem aventurado os pobres” não relacionado evidentemente com riquezas matérias. Pois pelo fato de eu não me considerar rico em entendimento do que poderia servir-me de consolo numa situação tão extrema como a morte de minha mãe e tão pouco possuir qualquer outra coisa que pudesse me consolar! Coloquei toda a minha NECESSIDADE DE CONSOLO nas mãos do Senhor e na soberania do Seu reino.

Somente quem já experimentou a perda de um ente querido e tão próximo pode realmente mensurar a inutilidade das coisas que se pode possuir nesta hora. Mas, não deveria ser muito complicado como querem crer encontrar nos ensinamentos de Jesus Cristo como diminuir em muito as consequências dolorosas na carne, alma e espirito.

Ai de vós, os que estais fartos, porque tereis fome. Ai de vós, os que agora rides, porque vos lamentareis e chorareis.
Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas.
Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam.
Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses; E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir.
E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.
E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam.
E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.
E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto.
Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus.
Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.
Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão.
Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.
E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?
O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.
E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?
Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.
Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto.
Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos.
O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca. Lucas 6:25,45.

Todos nós devemos entender que não basta desejar ou querer fazer algo que pareça estar agradando a Deus, seja em que situação a vida  apresente! Bem como que tão pouco ou nenhuma importância também terá diante da morte. - E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?
Qualquer que vem a mim e ouve as minhas palavras, e as observa, eu vos mostrarei a quem é semelhante:
É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha.
Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa. Lucas 6:46,49.

Seria hipócrita se dissesse que não está sendo uma experiência repleta de reflexões rápidas, demoradas, saudosas. Entretanto não quero nem imaginar como seria se não tivesse o CONSOLO e a PAZ que Jesus Cristo me dá. - Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. João 14:27.

O que mais posso dizê-los: Eu, porém, não recebo testemunho de homem; mas digo isto, para que vos salveis. João 5:34.

Portanto espero que meditem na limitada compreensão da vida! E quanto mais  da morte e busquem em Jesus Cristo as respostas.

E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. Marcos 1:15.

Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. Mateus 4:17.

Que muitos de vocês possam estar lá.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.