domingo, 22 de abril de 2012

E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Efésios 4:23-24

image
Quem se torna um cristão, torna-se de fato como um homem novo. Por isso não pode ser mais como a maioria que vive ainda mantendo os velhos hábitos da vida anterior. Ser novo significa que é uma decisão vitalícia que devemos tomar a cada dia. Ao fazer esse compromisso e buscar seguir o Senhorio do nosso Salvador, o poder do Espírito Santo, sobre o qual Paulo fala no livro todo de Efésios. É prometido a nós; e o alvo do Espírito é nos amadurecer para sermos mais parecidos com Cristo. Não o Cristo Deus! Mas como o Cristo que se fez homem e nos mostrou ser possível termos uma vida em santidade em obediência aos ensinamentos Dele.
Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos cheguem à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.
Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor. Efésios 4:12-16.
Todo cristão que é verdadeiramente seguidor de Jesus Cristo, não pode mais viver de forma inconstante e desobediente a vontade do nosso Senhor, não podemos deixar de seguir e obedecer aos ensinamentos que são a vontade de Deus para estarmos fazendo vontade ou seguindo tradições de instituições ou homens que se julgam entendidos nas coisas espirituais, mas que de espirituais nada tem. - E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.
Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.
Mas vós não aprendestes assim a Cristo, Se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus; Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; Efésios 4:17-22.
Como já postei anteriormente, o culto a Deus é racional; Ou seja, fruto de uma renovação da mente e do coração dos homens e não por emoções despertadas por imagens, sentimentos ou motivações humanas pensando agradar a Deus. Toda está história de obras, bondade e aparência de homens tementes a Deus não tem nenhum valor perante Deus. De que adianta uma vida pautada em uma religiosidade aparente, quando em suas vidas prevalecem às ações que Deus abomina e considera pecadoras? - Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.
Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
Não deis lugar ao diabo.
Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.
Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. Efésios 4: 25-29.
Jesus Cristo nós dá total liberdade para aceitar a sua oferta de salvação. Porém, uma vez que tenha aceitado é necessário que venha serem retirados de nossas vidas todos os enganos que estavam encobertos como se por um véu que não permitia enxergamos a verdadeiro homem espiritual que há em nós: Mas quando alguém se converte ao Senhor, o véu é retirado.
Ora, o Senhor é o Espírito e, onde está o Espírito do Senhor, ali há liberdade.
E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito. 2 Coríntios 3:16-18.
Meus queridos (as), se não buscarem entender além da nossa limitada condição humana sozinha não é capaz de compreender o que só com o espirito de Deus pode revelar: Não foi o espiritual que veio antes, mas o natural; depois dele, o espiritual. 1 Coríntios 15:46.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. 1 Coríntios 2:10 
E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 1 Coríntios 12:9
Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. 2 Coríntios 3:17
Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Gálatas 5:25
Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; 1 João 4:2.
O Apostolo Paulo já advertia aos que se diziam homens de Deus e espirituais, que só assim seriam, se estivessem certos de que os ensinamentos eram de Deus: Se alguém pensa que é profeta ou espiritual, reconheça que o que lhes estou escrevendo é mandamento do Senhor. 1 Coríntios 14:37.
No antigo testamento a lei era ao mesmo tempo a salvação temporária e a morte para quem a desobedecia. Jesus Cristo veio para nos dar a salvação eterna. E mas, pela graça e não mais pela lei. Não mais seria necessário que cumprissem a lei que impedia a comunhão com o Espirito de Deus, agora com por Cristo que substitui a letra da lei que mata pela vida que o Espirito nos dá: Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos.
Tal é a confiança que temos diante de Deus, por meio de Cristo.
Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem de Deus.
Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.
O ministério que trouxe a morte foi gravado com letras em pedras; mas esse ministério veio com tal glória que os israelitas não podiam fixar os olhos na face de Moisés por causa do resplendor do seu rosto, ainda que desvanecente.
Não será o ministério do Espírito ainda muito mais glorioso? 2 Coríntios 3:3-8.
Toda glória dada a homens são passageiras e se desfaz sem a presença daquele que resplandece a luz. O homem sem a presença vivificante de Jesus não é nada: Quanto aos que pareciam influentes — o que eram então não faz diferença para mim; Deus não julga pela aparência — tais homens influentes não me acrescentaram nada. Gálatas 2:6.
Deus não enxerga como os homens! Deus não vê a aparência, Ele vê o coração e mente. Qualquer tentativa que se faça pensando poder agradar a Deus por atitudes é o mesmo que afirmar que o sacrifício de Jesus Cristo foi em vão. E isso é o que se vê nas religiões que pregam a necessidade do homem se esforçar para obter o perdão de Deus: Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça vem pela lei, Cristo morreu inutilmente! "Gálatas 2:21. Quando exponho os enganos praticados por quem se utiliza do nome de Deus e de Jesus, não estou buscando contender contra o pensamento ou a escolha de alguém, se assim faço é em obediência ao que Jesus Cristo me comissionou: Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Mateus 28:19.
E faço sem nenhuma outra manifestação que não seja o sentimento de quem deseja compartilhar com vocês a maravilhosa promessa do Senhor para os lhe obedece: “ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos". Mateus 28:20. Querem um motivo maior do que o saber que Jesus Cristo estará sempre ao lado de que é obediente aos seus ensinamentos?
Não espere encontrar atitude semelhante em qualquer outro, pois ainda que possa alguém lhe prometer estar contigo, duvido que possa realmente cumprir. Principalmente quando estiver realmente necessitando: "Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu tudo o que tinha, e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente. Depois de ter gasto tudo, houve uma grande fome em toda aquela região, e ele começou a passar necessidade. Lucas 15:13-14. Com certeza quando este jovem estava ainda com dinheiro os “amigos” não lhe faltavam. Com Jesus meus queridos (as) é diferente: Ele nunca em qualquer ocasião que se apresente te deixará só.
Este é o Senhor que eu sirvo e agradeço a este Jesus, todos os dias pelo o amor que me amou e morreu para que eu pudesse voltar aos braços do Pai e ao seu convívio:
Por isso foi empregar-se com um dos cidadãos daquela região, que o mandou para o seu campo a fim de cuidar de porcos.
Ele desejava encher o estômago com as vagens de alfarrobeira que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
"Caindo em si, ele disse: ‘Quantos empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu aqui, morrendo de fome!
Eu me porei a caminho e voltarei para meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti.
Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados’.
A seguir, levantou-se e foi para seu pai. "Estando ainda longe, seu pai o viu e, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou.
"O filho lhe disse: ‘Pai, pequei contra o céu e contra ti. Não sou mais digno de ser chamado teu filho’.
"Mas o pai disse aos seus servos: ‘Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés.
Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e comemorar.
Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado’. E começaram a festejar. Lucas 15:15-24.
Esta passagem ilustra muito bem a vida de uma pessoa que não tem o amor de Deus e confia na força do dinheiro e dos amigos.
Só Jesus Cristo não nos abandona.
Amém.
image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...