domingo, 4 de março de 2012

Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória. Colossenses 3:4

image

Pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos. 1 Timóteo 6:10

Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Marcos 8:36

A instrução que o mundo insiste em apresentar faz com que tudo que é importante seja o ter. Mesmo que isso leve a pessoa a viver pela aparência. E muitas pessoas sem que percebam ou por que a aceitam, levam estas instruções até para o âmbito da sua vida existencial. A chamada: Vida de aparência!

Alguns fingem que são ricos e nada têm; outros fingem que são pobres, e têm grande riqueza. Provérbios 13:7.

Pessoas que esquecem em função deste ensinamento equivocado, de que a nossa passagem por este mundo é muito breve e de poucas realizações que realmente tenha importância diante das infinitas possibilidades que a vida real pode oferecer, perde seu precioso tempo investindo naquilo que não importa. Não importa! Se ou como conseguiram, pois não poderão usufruir após a morte.

A incrível bênção que eu e todos que creem em Cristo, porém, é que a nossa vida verdadeira e eterna está com Cristo em Deus. Então, mesmo que as coisas na minha vida sejam boas agora, serão sempre vulneráveis para serem tocadas pela mortalidade. Quando Cristo vier, tudo será gloriosamente perfeito e sem manchas do mal, da morte ou da decomposição. Isso é uma boa nova! Numa época em que cada vez mais homens e mulheres procuram desesperadamente atenuarem as marcas do tempo através de inúmeros procedimentos cirúrgicos como se fossem realmente capazes de evitar o curso natural da limitada vida do ser humano: O homem nascido de mulher vive pouco tempo e passa por muitas dificuldades. Jó 14:1.

Como é maravilhoso saber que Jesus Cristo voltará e que não precisamos nos preocupar com a nossa aparência pessoal. (por vaidade): Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, para serem semelhantes ao seu corpo glorioso. Filipenses 3:21.

O homem não se farta em seus desejos e ainda que consiga realizar alguns, sempre tem outro que imediatamente ocupa sua atenção e esforços no intuito de também realiza-lo. Assim fazendo, mesmo que venha obter êxito não percebem que estão abreviando o dia em que serão obrigados a deixar tudo para trás. E pior, é que nem saberão do que será feito de tudo que possa ter conseguido. O Rei Salomão tido como o homem mais rico e sábio que já existiu, chegou ainda em vida a esta esclarecedora conclusão quanto a inutilidade dos sacrifícios na tentativa de obter apenas a satisfação dos desejos.

Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos. Isso também não faz sentido.
Quando aumentam os bens, também aumentam os que os consomem. E que benefício trazem os bens a quem os possui, senão dar um pouco de alegria aos seus olhos?
O sono do trabalhador é ameno, quer coma pouco quer coma muito, mas a fartura de um homem rico não lhe dá tranquilidade para dormir.
Há um mal terrível que vi debaixo do sol: riquezas acumuladas para infelicidade do seu possuidor.
Se as riquezas se perdem num mau negócio, nada ficará para o filho que lhe nascer.
O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo.
Há também outro mal terrível: Como o homem vem, assim ele vai, e o que obtém, de todo o seu esforço em busca do vento?
Passa toda a sua vida nas trevas, com grande frustração, doença e amargura.
Assim, descobri que o melhor e o que vale a pena é comer, beber, e desfrutar o resultado de todo o esforço que se faz debaixo do sol durante os poucos dias de vida que Deus dá ao homem, pois essa é a sua recompensa. Eclesiastes 5:10-17

Meus queridos (as) as bênçãos de Deus são completas na vida de uma pessoa e quando elas nos alcançam é tamanha a certeza de que seja o que for ou de que tamanho, será sempre o melhor para nós e faz que estejamos sempre alegres com que temos, sem a preocupação possuir mais: E, quando Deus concede riquezas e bens a alguém, e o capacita a desfrutá-los, a aceitar a sua sorte e a ser feliz em seu trabalho, isso é um presente de Deus. Raramente essa pessoa reflete no fato de que a sua vida é curta, porque Deus o mantém ocupado com a alegria do coração. Eclesiastes 5:18-20

Infelizmente este é um ensinamento que contraria a opinião quase que geral da humanidade, onde a incessante busca pelo ter toma até o lugar de Deus na vida das pessoas: Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. Mateus 6:21.

Há muito tempo cada vez mais pessoas estão colocando as riquezas como seu deus, ainda que muitos ainda procurem associarem o seu “sucesso” ao Deus da Bíblia. Erram os que pensam assim, pois Deus que pode e traz a verdadeira prosperidade aos seus Filhos não esta preocupando em nos enriquecer materialmente: Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo; Romanos 14:17.

Ele não pode ser associado a riquezas materiais: Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro. Mateus 6:24. Este tem sido também um dos motivos que tem levado muitos a desistirem ou nem tentarem servi ao verdadeiro Deus de todas as coisas. Há e infelizmente não são poucas; pessoas que vão a Deus em busca de riquezas, pessoas que estão apenas se transferidos momentaneamente para Deus com as suas verdadeiras intenção: O amor ao dinheiro. Veja só o homem que rejeitou a Deus como refúgio; confiou em sua grande riqueza e buscou refúgio em sua maldade! " Salmos 52:7.

Quem assim despreza a palavra de Deus e não se contentam com o que tem. Vive enganando a si mesmos achando que poderão se perpetuarem pelas suas riquezas, são tolos inconsequentes: “pois as riquezas não duram para sempre, e nada garante que a coroa passe de uma geração a outra.” Provérbios 27:24.

Ainda que possam achar tolice ou insensatez de crente! Meditem nestes dois versículos abaixo e vejam em qual destas verdades vocês desejaria estar inserido:

Esforço-me para que eles sejam fortalecidos em seus corações, estejam unidos em amor e alcancem toda a riqueza do pleno entendimento, a fim de conhecerem plenamente o mistério de Deus, a saber, Cristo. Colossenses 2:2

Você diz: Estou rico, adquiri riquezas e não preciso de nada. Não reconhece, porém, que é miserável digno de compaixão, pobre, cego e que está nu. Apocalipse 3:17

Não existe nenhum pecado em possuir bens matérias e nem tão pouco Jesus Cristo condena os que são ricos. O que estou tentando mostrar-lhes é o perigo que se corre em trocar Deus pela ilusão das riquezas. O nosso Deus é poderoso para fazer com que em tudo sejamos satisfeito, basta que creiamos que assim se cumpre toda a sua palavra e a vivamos com sinceridade: Mantém longe de mim a falsidade e a mentira; Não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário. Provérbios 30:8

Pois: Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. 1 João 5:14.

E isso, para nós basta!

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...