domingo, 19 de fevereiro de 2012

Sabemos que, se for destruída a temporária habitação terrena em que vivemos, temos da parte de Deus um edifício, uma casa eterna no céu, não construída por mãos humanas. 2 Coríntios 5:1.

image

Que noticia maravilhosa para os que desejam serem seguidores de Cristo e servos do Deus Altíssimo.

Contudo meus queridos (as), o que tens pensado em relação a sua vida? Por acaso já se perguntou: "Qual o propósito da minha vida?" Pois, por mais importante que seja esta pergunta, a pergunta mais importante de todas deve ser: "Para quem estou vivendo?”.

Se você vive para si mesmo ou vive pelo conjunge, filhos, pais, irmãos. Não estará fazendo nada de mais! Infelizmente é que todos pensam ser o que tem a fazer.

Entretando, nada que pensem ou do que façam poderá resultar na condição necessária que evite em função desse seu viver para si ou pelo outros de que venham a morrerem! - Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Romanos 7:24

Mas existe um! Somente uma pessoa que pode assegurar que eu, você , os seus e todos que desejem nunca morra, porque Ele já morreu por nós e conquistou a morte! - Ele nos livrou e continuará nos livrando de tal perigo de morte. Nele temos colocado a nossa esperança de que continuará a livrar-nos, 2 Coríntios 1:10

Este homem foi Jesus Cristo. O Filho de Deus que nos amou tanto que se fez pecado para que pela sua morte tivéssemos condições de termos a garantia da vida eterna como o versículo acima nos garante. Se Ele estava disposto a morrer por mim, com certeza eu vou viver para Ele! Este deveria ser no mínimo o comportamento do cristão temente a Deus. Mas, não como um sentimento de mero agradecimento a Cristo. A certeza de que viveremos com Cristo na eternidade. Deve ser a mola que nos impulsiona para não termos receio, medo, vergonha! Que não sejamos detidos pelo temor de perder: amigos, cargos, oportunidade, dinheiro, bens material, prestigio, autoridade etc. Coisas perenes e temporais das quais, nem em lembranças levaremos para o tumulo.

Nada disso pode ser impedimento para que falemos do amor de Cristo. Pois somente ensinando que devemos viver para Cristo. Poderemos impedir que quem tanto amamos morra eternamente a segunda morte: Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles. Eclesiastes 9:5.

Jesus Cristo morreu para que tivéssemos vida: O ladrão vem apenas para furtar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente. João 10:10.

Porém o quanto plenamente tem estado há viver a vida que Jesus te deu? O que temos, como cristão feito das nossas vidas? Para que vidas que ainda não experimentaram do amor de Cristo também possam viver?

Ao longo de nossa permanência neste mundo ao invés das preocupações naturais de como viveremos. Deveríamos investir cada vez mais tempo em vivermos plenamente de acordo com a vontade de Deus. Vocês poderiam me perguntar? Qual é a vontade de Deus para mim? Eu responderia que em 1ª lugar não deveria entender como sendo para você! Jesus Cristo quando questionado sobre qual deveria ser a obrigação de todo homem diante de Deus? Ele resumiu há duas condições:

Respondeu Jesus: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. Mateus 22:37-38.

E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Mateus 22:39.

Por estes dois mandamentos podem aprender que o nosso EU é o que menos importa.

Sinceramente! Se dependesse da vontade do nosso EU! Com certeza haveria muito mais pessoas no mundo que nunca ouviriam falar de Cristo. Pois quando verdadeiramente cumprimos a vontade de Deus; é que realmente passamos a sermos imitadores de Jesus Cristo! E quando então nos propuser a Crucificamos o nosso EU é que temos condições de amar o nosso próximo como a nós mesmos. Só assim podemos está aptos a repetir o que o apostolo Paulo disse: Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20.

Que declaração maravilhosa! E que só poderia partir de uma pessoa cujo amor de Deus foi entranhando pelo Sangue de Jesus Cristo em seu Corpo Alma e Espirito. Ai então sim! Poderemos dizer que está é a vontade de Deus que eu desejo para mim.

Jesus Cristo deixou o exemplo desta entrega total à vontade de Deus quando cumpriu pela sua própria vida a Lei do Sacrifício. Ele entregou a sua vida para ganhar o mundo inteiro.

Em todos os lugares o agir de modo digno tem seu preço. Jesus escolheu enfrentar tortura, humilhação, injúrias, zombarias e uma morte cruel, mesmo que Ele pudesse ter parado com tudo isso a qualquer momento: Você acha que eu não posso pedir a meu Pai, e ele não colocaria imediatamente à minha disposição mais de doze legiões de anjos? Mateus 26:53. O líder da humanidade, o último Adão: Assim está escrito: "O primeiro homem, Adão, tornou-se um ser vivente"; o último Adão, espírito vivificante. 1 Coríntios 15:45 . Decidiu que o sofrimento da cruz valeria a pena para ganhar o mundo inteiro.

A questão então é? O quão plenamente estaria como cristãos seguidores de Cristo dispostos a crucificar o seu EU para que o Governo do Reino de Deus seja estabelecido?

Jesus Cristo sempre fez questão de mostrar aos discípulos que; em tudo primeiramente Ele estava fazendo a vontade de Deus Pai:

Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. João 6:38

Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. João 4:34

Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo. João 7:17

Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. João 5:30

Queridos (as) se alguém se diz ou deseja ser um cristão. Deve seriamente rever os aspectos de suas vidas que possam simplesmente não estar de acordo com a vontade de Deus. E ter a humildade de pedir a Deus; que em nome de Jesus de agora em diante ensine-nos a viver plenamente de acordo com a sua  vontade por aquele que enviou ao mundo para nos Salvar: E saiu da nuvem uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho; a ele ouvi. Lucas 9:35

Que a Paz e a Graça do nosso Senhor Jesus Cristo venha estabelecer em vossas vidas a verdadeira vontade de Deus.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...