terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, 1 Pedro 1:18

image

Um verso de uma canção evangélica diz o seguinte em relação ao valor que teríamos que pagar pelos nossos pecados: “Nunca saberei o preço do meu pecado lá na Cruz.” Com certeza o autor da letra desta canção reconhece que seria inútil ter este conhecimento, pois não seria por nenhuma coisa deste mundo corrupto e suas riquezas que poderia ter pago ainda que soubesse. Como afirma o versículo acima.

Contudo logo no versículo seguinte tomamos conhecimento de quão valioso foi este preço: Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado. 1 Pedro 1:19.

Infelizmente ainda vemos muitas pessoas achando que por seus próprios meios, conhecimento, poder e autoridade humana; eles poderão “negociar” a sua salvação. O problema é que eles desconhecem a vontade de Deus ou a ignoram deliberadamente, dando espaço para que o espirito que governa a desobediência não permita que sejam resgatados destas vãs maneiras de viver sem Deus. Jesus respondeu: "Vocês estão enganados porque não conhecem as Escrituras nem o poder de Deus! Mateus 22:29.

Mesmo nós que já aceitamos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador. Devemos estar atento às armadilhas dos discursos pragmáticos dos opositores de Deus que com suas filosofias cheias de palavras convincentes parecem serem “verdadeiros conhecedores da palavra de Deus”. Não sabendo eles mesmo que mais importante do que conhecer a palavra somente! É fundamental que de Deus sejamos conhecidos pela nossa fidelidade e perseverança do que é a vontade Dele: Mas agora, conhecendo a Deus, ou melhor, sendo por ele conhecidos, como é que estão voltando àqueles mesmos princípios elementares, fracos e sem poder? Querem ser escravizados por eles outra vez? Gálatas 4:9.

Assim como Deus não obriga aos homens usarem a sua capacidade para fazerem somente coisas boas, mesmo sendo este o seu maior desejo, também Ele não deixará que também seja responsável pelas consequências desta desobediência: Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Gálatas 6:7.

A lei da semeadura é inflexível e rege tudo no mundo, desde ao plantio de uma semente propriamente dita. Assim como tudo que fazemos de nossas vidas neste mundo. Seja lá o que venhamos a semear! Uma coisa é certa: Haverá a colheita independente que o que tenha semeado tenha sido bom ou mal. Está condição que deveria ser observada pelos que pensam que tudo podem fazer achando que escaparão das consequências tem sido ignorada principalmente pelos que fazem mal uso da autoridade e poder constituído para ser excedido em favor do povo. E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. Gálatas 6:9.

Jesus Cristo no seu evangelho ensina que façamos em toda oportunidade o bem a quem quer que seja. Contudo também nos exorta a sermos mais atentos para com os nossos irmãos na fé. Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé. Gálatas 6:9-10. Vocês podem até não crerem! Mas nem imagina como é difícil alcançarmos as pessoas que realmente precisam de ajuda. Independentemente ainda que seja de ordem material; a recusa chega ser exaustiva; ainda mais quando ao mesmo tempo tentamos mostrar que não é só a necessidade material que dever ser ajudada. Jesus respondeu: "Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’". Mateus 4:4. Explica-los que os principais problemas e que necessitam de urgente ajuda são os de ordem espiritual! Que são eles que afetam o Corpo Alma e Espirito do homem trazendo consigo toda a sorte de atos impensados e suas danosas consequências é rejeitado muitas vezes com ofensas e até violência. O que faz com que sejamos obrigados muitas vezes a nos socorrer como irmãos mutualmente.

Em provérbios podemos tirar inúmeros ensinamentos que mostram como as preocupações excessivas só nos afastam do principal objetivo de uma vida moderada e com tudo efetivamente necessário para que realmente uma pessoa seja feliz. Dentre eles escolhi dois versículos que para mim resume sem nenhuma hipocrisia de uma vida em estado de pobreza, mas ao mesmo tempo, porém totalmente dentro do espírito necessário para com que por Jesus Cristo em tudo estejamos bem:

Mantém longe de mim a falsidade e a mentira; Não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário. Provérbios 30:8

Se não, tendo demais, eu te negaria e te deixaria, e diria: ‘Quem é o Senhor? ’ Se eu ficasse pobre, poderia vir a roubar, desonrando assim o nome do meu Deus. Provérbios 30:9

Ainda hoje no culto que participei pude ouvir do apostolo que pregou a palavra de Deus uma exortação de que buscássemos ter em Deus a total certeza de que todas as suas promessas em relação a nos suprir de tudo que necessitamos para uma vida digna irá se cumprir. Afinal: Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa. Acaso ele fala, e deixa de agir? Acaso promete, e deixa de cumprir? Números 23:19

Meus queridos (as) nem toda riqueza do mundo pode mudar o destino de um homem sequer. Somente através de Jesus Cristo, no entanto! Toda a história da humanidade foi mudada: E, não achando o corpo de Jesus, voltaram dizendo terem tido uma visão de anjos, os quais afirmam que ele vive. Lucas 23:24.

Jesus Cristo morreu ressuscitou e está preste a voltar. Então aqueles que quiseram ditar o seu próprio fim verão que tudo que possam ter feito de nada valeu: Ou, o que o homem poderia dar em troca de sua alma? Marcos 8:37

Nada neste mundo tem valor algum diante do precioso sangue de Jesus Cristo derramado na Cruz.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.