sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Coríntios 15:57.

image

Normalmente quando se fala de obter vitória logo associamos a ganhar ou vencer algo ou alguém. As batalhas os jogos tudo que envolva competição são as coisas que logo associamos à necessidade de conquistamos a vitória. Porém existe uma batalha que não é possível alcançar a vitória sem que a Graça concedida por Jesus Cristo não venha agir por nós. Uma batalha cujo inimigo não pode ser vencido por nenhuma força ou vontade humana. A morte!

A vitória que o versículo menciona é exatamente a vitória de Jesus Cristo contra o Diabo através da sua própria morte. O diabo já estava comemorando a crucificação de Jesus sua morte e sepultamento, mas ele estava enganado. Pela sua morte Jesus permitiu manifestação do poder de Deus Pai: A este ressuscitou Deus ao terceiro dia, e fez que se manifestasse, Atos 10:40. Tendo derrotado o diabo da condição pela qual pertencia e era seu o domínio: A morte.

Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade.
Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: "A morte foi destruída pela vitória". "Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão? 1 Coríntios 15:53-55

Nota: Aguilhão: uma espécie de lança. A ponta de ferro da aguilhada; ferrão.

O poder do diabo está desde então em pleno declínio. Pois a cada alma que é alcançada pelo amor de Jesus Cristo é mais um que pode dizer: Onde está, ó morte, a sua vitória? Pois sabe que terá a vida eterna com Jesus: Por meio deste evangelho vocês são salvos, desde que se apeguem firmemente à palavra que lhes preguei; caso contrário, vocês têm crido em vão. Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, 1 Coríntios 15:2-4

Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende. Lucas 15:10

Todo aquele que aceita a Jesus Cristo morre para o pecado e pela sua Graça ressuscita para Deus: Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), Efésios 2:5.

O crente em Cristo que não acredita na ressurreição; infelizmente não acredita Nele. Quem espera obter glórias neste mundo, ainda não compreendeu o proposito de Jesus e o que representa a sua vitória sobre a morte. Leiam com atenção o que o Apostolo Paulo ensina ao povo de Éfeso.

Também nós, por que estamos nos expondo a perigos o tempo todo?
Todos os dias enfrento a morte, irmãos; isso digo pelo orgulho que tenho de vocês em Cristo Jesus, nosso Senhor.
Se foi por meras razões humanas que lutei com feras em Éfeso, que ganhei com isso? Se os mortos não ressuscitam, "comamos e bebamos, porque amanhã morreremos".
Não se deixem enganar: "as más companhias corrompem os bons costumes".
Como justos, recuperem o bom senso e parem de pecar; pois alguns há que não têm conhecimento de Deus; digo isso para vergonha de vocês.
Mas alguém pode perguntar: "Como ressuscitam os mortos? Com que espécie de corpo virão?
Insensato! O que você semeia não nasce a não ser que morra.
Quando você semeia, não semeia o corpo que virá a ser, mas apenas uma simples semente, como de trigo ou de alguma outra coisa.
Mas Deus lhe dá um corpo, como determinou, e a cada espécie de semente dá seu corpo apropriado.
Nem toda carne é a mesma: os homens têm uma espécie de carne, os animais têm outra, as aves outra, e os peixes outra.
Há corpos celestes e há também corpos terrestres; mas o esplendor dos corpos celestes é um, e o dos corpos terrestres é outro.
Um é o esplendor do sol, outro o da lua, e outro o das estrelas; e as estrelas diferem em esplendor umas das outras.
Assim será com a ressurreição dos mortos. O corpo que é semeado é perecível e ressuscita imperecível; é semeado em desonra e ressuscita em glória; é semeado em fraqueza e ressuscita em poder; é semeado um corpo natural e ressuscita um corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
Assim está escrito: "O primeiro homem, Adão, tornou-se um ser vivente"; o último Adão, espírito vivificante.
Não foi o espiritual que veio antes, mas o natural; depois dele, o espiritual.
O primeiro homem era do pó da terra; o segundo homem, do céu.
Os que são da terra são semelhantes ao homem terreno; os que são do céu, ao homem celestial.
Assim como tivemos a imagem do homem terreno, teremos também a imagem do homem celestial. I Coríntios 15:30-49.

Posso afirmar com todo direito de quem já acreditou na “baboseira” da reencarnação do espirito em corpos diferentes para “aperfeiçoamento do seu caráter, por erros cometidos”.

Que se prestaram a atenção aos versículos acima concordará comigo que esta “teoria” criada por um homem cujos ossos apodreceram como os de todos que como ele foi enterrando em um cemitério qualquer na França. É mais uma dessas induções sem pé nem cabeça de quem não consegue entender as suas próprias limitações humana e fica desejando alcançar vitória em um terreno que somente Deus feito homem pôde penetrar:

Ora meus caros! Como o homem que conduz produz e caminha lado a lado com a própria arma que o matará: O pecado! Poderia de alguma maneira ter condições de vencer o diabo e dele obter uma segunda chance? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. I Coríntios 15:56.

Perceba que falo não com a intenção de ridicularizar. Mas para que entendam quantos absurdos contém esta Filosófica Divagação Humana de crer em espíritos reencarnados. E por que não acreditar no diabo e seus demônios? Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. 1 Pedro 5:8. Abram os olhos e a mente para a verdade que sua vaidade mortal e carnal não deseja assumir: Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles. Eclesiastes 9:5.

Somente Jesus Cristo venceu a morte e nos concede pela sua Graça Divina e Maravilhosa que possamos também desfrutar dessa vitória:

Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo.
Vocês podem reconhecer o Espírito de Deus deste modo: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne procede de Deus; mas todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus. Esse é o espírito do anticristo, acerca do quais vocês ouviram que está vindo, e agora já está no mundo.
Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo.
Eles vêm do mundo. Por isso o que falam procede do mundo, e o mundo os ouve.
Nós viemos de Deus, e todo aquele que conhece a Deus nos ouve; mas quem não vem de Deus não nos ouve. Dessa forma reconhecemos o Espírito da verdade e o espírito do erro.
Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele. 1 João 4:1-9.

Penso que são bem esclarecedores estes versículos e espero que mesmo que não tenham de fato obtido o entendimento, que orem a Jesus Cristo para que através do Espirito Santo os convençam. Pois ainda que não creiam em minhas próprias experiências (que se alguém quiser saber em off é só enviar um e-mail). A verdade da palavra de Deus está acima de minhas convicções. Tenham, contudo cuidado com o que estão lhes prometendo e principalmente: Com quem está te prometendo.

Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina. 2 Pedro 2:19.

Só Jesus Cristo Cura Salva e Liberta.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.