domingo, 13 de novembro de 2011

E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; 2 Coríntios 9:8.

image

Quando percebo nas pessoas que se aproximam do evangelho a nitida intenção no coração de encontrar favores de Deus para coisas materiais não posso deixar de propor-lhes esclarecer o risco deste engano. Ao lemos o versículo acima fica mais evidente ainda que a Graça de Jesus é o bastante para nós:

Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento.
E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno, e hospedai-vos aí, até que vos retireis.
E, quando entrardes nalguma casa, saudai-a; E, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz.
E, se ninguém vos receber, nem escutar as vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Mateus 10:5-14.

Qualquer pessoa que nos dia de hoje estivesse passando por uma situação de necessidade financeira sendo perseguida politicamente e constantemente ameaçada e alguém chegasse para ela e anunciasse que um país amigo estaria abrindo as suas fronteiras para que ela encontrasse nele refugio segurança e uma nova oportunidade de vida, o que vocês acham que ela faria? Talvez seja até unanime a resposta tida como certa? A de que ela aceitaria.

Mas, nem sempre a opção logica é exatamente a escolha dos homens. Era o que acontecia com os Israelitas. Eles estavam sobre o domínio dos Romanos vivia em extrema necessidade financeira pelos altos impostos pagos a Roma eram oprimidos e perseguidos. Mas contrariando a “nossa enquete”; eles não aceitaram quando Jesus Cristo veio anunciar que era chegado até eles o Reino de Deus. E ainda continua sendo assim hoje, também as pessoas recusam o convite para o Reino de Deus.

Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Lucas 12:31

As pessoas não conseguem entender a extensão da Graça de Deus até nos dias de hoje. Elas costumam associa-la somente a condição algo que irá supri-los das suas necessidades, na realidade a Graça de Deus não esta associada as nossas necessidades materiais terrenas.

Mesmo que ainda pela sua extensão divina a nossa manutenção física também seja providenciada: A Graça é: Favor imerecido, benefício não obtido por serviços, bondade recebida gratuitamente. Este é um dos benefícios recebidos pela Graça de Deus. Contudo não é o mais importante! A maior dadiva da Graça é: O dom maravilhoso de DEUS, perdão dos pecados e capacidade de viver com dignidade no presente e com esperança para o futuro.

Ai então entra: O tudo mais serão acrescentadas. Sem nenhuma demagogia pieguice ou excesso de modéstia, mas tenho certeza que se os ditames do apelo comercial e a importância exacerbada pelo TER não fossem tão proeminentes nos dias de hoje; vocês também concordaria que não precisamos de muitas coisas materiais para termos uma vida digna. Pois nada trouxemos para oeste mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeito. I Timóteo 6:7-8.

A pregação do contentamento não agradou a maioria das pessoas ao longo dos Séculos e não seria diferente hoje. Mas se observamos as mudanças que vem ocorrendo no comportamento da pessoas ficariam mais atento para uma inquestionável verdade: Cada vez mais pessoas estão morrendo vitimas da sua busca gananciosa pelo possuir vestir comer comprar vender. Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Mateus 6:25.

Cada vez mais pessoas enfartam sofrem derrames ou ocupam os consultórios de médicos e psicólogos buscando socorro para o mal que fazem si mesmas. São pessoas que não entendem que no Reino de Deus encontrarão não somente a salvação; mais também a vida eterna. Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas. Filipenses 3:21.

Se as pessoas entendessem que nossa capacidade humana é limitada em todos os sentidos físicos e até mental, não se preocupariam tanto em estabelecer prioridades para suas vidas. Não seriam tão mesquinhas a ponto de buscar uma Igreja para aceitar a Jesus já com uma relação de pedidos de coisas que acham ser necessárias. Se bem soubessem não desperdiçaria sua fé por tão pouco. Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, Efésios 3:20

Não existi nada que Deus tenha prometido na Bíblia que não tenha sido cumprido! O que ocorre e leva as pessoas a usarem como argumento para desistirem da caminhada com Jesus Cristo é o fato de que elas não tiveram um verdadeiro encontro com Ele para entender que o tempo de Deus não é o mesmo que o dos homens. Mas, amados não ignorem uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. 2 Pedro 3:8.

Além de que! Como já vimos, nem sequer sabemos o que pedir. Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Tiago 4:3.

A mais grave consequência que pode atingir a uma pessoa que despreza a Palavra de Deus dando mais valor as coisas materiais; é que não haverá a segunda chance após a separação do corpo alma espirito, ainda que as falsas opções possam oferecer. E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Hebreus 9:27.

Deus é amor! Não tenham duvida, mas Ele também é justiça. Jesus deixou bem claro este principio quando separou o que era do mundo e o que é de Deus. Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Lucas 20:25.

Outro principio que fundamenta e joga por terra qualquer acusação contra Deus pela aplicação do juízo; é a sua fidelidade em relação a palavra.

Pois quê? Se alguns foram incrédulos, a sua incredulidade aniquilará a fidelidade de Deus?
De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado. Romanos 3:3-5.

Nem os que vivem por esta mesma palavra não deixarão de serem também julgados juntamente com o mundo: E, se a nossa injustiça for causa da justiça de Deus, que diremos? Porventura será Deus injusto, trazendo ira sobre nós? (Falo como homem.) De maneira nenhuma; de outro modo, como julgará Deus o mundo? Romanos 3:6.

Nisso mostra-se o caráter justo é reto de Deus que não poupará nem os seus para que como um justo e imparcial juiz quando do julgamento: Todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; Mateus 25:32.

Venha para Jesus Cristo o nosso bom pastor.

Amém.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...