domingo, 17 de julho de 2011

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.Salmos 139:23,24

jesus_cristo_009_86b_peq

Neste salmos o Rei Davi demonstra toda sua confiança no julgamento de Deus quanto ao que provia do seu coração e dos seus pensamentos e mesmo sendo Rei ele reconhece a soberania de Deus na sua vida. Quem dera que hoje em dia as pessoas tivesse a mesma postura em relação as decisões que tomam. Sabemos que muitas das dificuldades que as pessoas enfrentam são consequências de escolhas feitas baseadas somente por sua própria vontade.

Pela sua palavra, Deus deixou para os homens ensinamentos que se observados os manteria sempre do lado certo dos caminhos que teriam que percorrer. "Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, Que preparará diante de ti o teu caminho." Mateus 11 : 10.

A diferença entre andar com Deus ou sem Ele pelos caminhos da vida não estará certamente na ausência de dificuldades ao longo da caminhada. Jesus mesmo nos alerta desta possibilidade. “E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." Mateus 7:14.

Toda diferença estar na forma como enfrentaremos os obstáculos que impedem que a caminhada seja mais tranquila. Mesmo quem é cristão verdadeiro não está livre dos embaraços que ao longo da vida surgirão na tentativa de impedir a caminhada, na verdade, a vida de um cristão é uma corrida para o alvo que o Senhor Jesus e como todo corredor faz para chegar ao final, temos que ao longo desta corrida nos livrar do peso do pecado e dos embaraços que são colocados pelo inimigo e também pelas nossas próprias escolhas mal feitas e sem a orientação do Senhor. Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremos-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, Hebreus 12:1.

As testemunhas mencionadas na carta aos Hebreus são todos outros irmãos em Cristo que alcançaram o final desta corrida e são exemplos de que também podemos conseguir, contudo temos que nos manter firmes. “tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus.” Hebreus 12:2.

Sei que sendo cristão ou não, muitas vezes as lutas, os embaraços parecem serem muito difíceis de suportar, por isso que quem já se propôs iniciar esta caminhada não pode deixar de manter os seus pensamentos sempre nEle. Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem se desanimem. Hebreus 12:3. Toda dificuldade por maior que aparente ser ainda assim não se compara ao que Jesus sofreu para que pudéssemos ter condição de segui-lo. Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue. Hebreus 12:4.

Jesus fez isso por nós lá no calvário. Ele não recuou daquilo que já sabia ter sido determinado pelo Pai, Ele não se rebelou contra as orientações do Pai achando que por ter sido obediente durante toda sua caminhada na terra, não mais seria necessário que fosse crucificado. Foi obediente em tudo e assim nós temos que proceder da mesma forma se realmente somos por Cristo feitos filhos de Deus. Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como a filhos: "Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho". Hebreus 12:5 e 6.

Quando uma pessoa ouve um crente dizer que ele é filho de Deus é quase que certo ter a reação de dizer: eu também sou! Ou então: todos somos filhos de Deus. Mais será que é assim mesmo?

A palavra diz que não é bem assim. E não é somente para quem não é crente ou cristão a quem esta advertência cabe! Da mesma forma que para um pai terreno os filhos devem obediência assim também para nosso Pai Celestial devemos te-la muito mais. Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Pois, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, e a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos. Hebreus 12:7 e 8.

A mesma logica a obediência aos pais, deve se aplicada na relação com nosso Pai Celestial e numa escala de valor muito mais significativa pois dela dependerá nossa vida. Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos! Hebreus 12: 9.

Todos nós como filhos recebemos dos pais orientações para aprender lidar com as primeiras dificuldades que se apresentarem até o momento em que iremos tomar nossas próprias decisões. Não é assim que funciona a relação de paternidade? Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; Hebreus 12:10a. Percebe-se que a orientação, correção e disciplina dos pais humanos são limitadas até maior idade dos filhos. Porém com relação à disciplina de Deus o alvo é muito maior, melhor e de extrema importância que a nossa disciplina tem que ser tal como a de Cristo. “mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade.” Hebreus 12:10b.

Talvez a maior dificuldade das pessoas aceitarem a Jesus seja o fato de que desde que o pecado foi introduzindo na Terra a humanidade não mais consegui enxergar os benefícios que estão por trás da disciplina. Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. Hebreus 10:11.

E há resistência até entre os mais velhos que acham não precisar ou não ter mais o que aprender, para estes e anos todos a palavra adverte. Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes. "Façam caminhos retos para os seus pés", para que o manco não se desvie, mas antes seja curado. Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor. Hebreus 10:12-14.

Não importa se achamos que somos filhos novos ou velhos o que faz com que sejamos reconhecidos como tal por Deus é a condição de estarmos andando pelo seu caminho. Caminho que Ele nomeou e concedeu autoridade de ser, a somente o seu Filho Jesus Cristo.

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." João 14 : 6.

Se ainda tem duvida quanto a que lugar o caminho que estar seguindo o levará? Peça a Deus que sonde o seu coração. E obedeça quando Ele mostrar-lhe o único caminho certo a seguir.

"Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente." Hebreus 13 : 8.

Amém.

AA Vivo por Jesus -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.