domingo, 3 de julho de 2011

Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.João 15:4

A videira é Cristo

Meus queridos (as) hoje e como em todos 1ºs Domingo do mês participei da Santa Ceia do Senhor. E não tenho palavras para explicar o sentimento que envolve as pessoas desde o inicio do culto se preparam para o cumprimento da vontade de Jesus: Pois recebi do Senhor o que também lhes entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, tendo dado graças, partiu-o e disse: "Isto é o meu corpo, que é dado em favor de vocês; façam isto em memória de mim".

Da mesma forma, depois da ceia ele tomou o cálice e disse: "Este cálice é a nova aliança no meu sangue; façam isto, sempre que o beberem, em memória de mim".

Porque, sempre que comerem deste pão e beberem deste cálice, vocês anunciam a morte do Senhor até que ele venha. I Coríntios 11:23-26.

Ontem vocês deve lembrar-se? Eu dei um testemunho de uma falta cometida por mim e  que falei também que já havia orado e pedido perdão a Deus no nome de Jesus.

Hoje quero mostrar-lhes a consequência da atitude que tenho falado em mais de uma das postagens anteriores: A OBEDIÊNCIA E O TEMOR* A DEUS.

(*) Temor é o termo bíblico aplicado na maioria das vezes como respeito.

A Santa Ceia é uma das ordenanças de Jesus e todo cristão anseia por participar dela. E por ser a lembrança do seu supremo sacrifício por mim e por toda humanidade é realizada conforme o Apostolo Paulo orientado pelo próprio Senhor ensinou.

Uma das condições para que alguém possa participar da mesa do Senhor é está limpo do pecado. Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpado de pecar contra o corpo e o sangue do Senhor.

Examine-se o homem a si mesmo, e então coma do pão e beba do cálice. I Coríntios 11:27e28.

Como também disse ontem não cometi nenhuma falta grave; a ponto de me considerar indigno mais nem por isso deixei de examina-me na casa do Senhor e mais uma vez confessar o meu erro. Afirmo sem nenhuma arrogância e sim pela fé; que fiz mesmo sabendo que já havia sido perdoado deste a noite de ontem quando me ajoelhei e orei.

Agora quero compartilhar com vocês algo que assim como ontem dei o meu testemunho pelo erro, mostrará a todos o quanto é maravilhoso poder orar diretamente a Deus no nome do seu Filho Jesus.

“ Penso ter dado um mau jeito durante o sono ontem a noite e amanheci com os movimentos do braço direito a altura do ombro e refletido nas costas totalmente comprometidos por uma dor quase insuportável. Alonguei-me, minha esposa massageou o local mais não adiantou muito, mais se o inimigo achou que perderia a Santa Ceia por causa de uma dor ou ….?

Vou interromper a sequência da minha narração para explicar o porquê de ter dito: por causa de uma dor ou? Acontece que como falei ontem, satanás e seus demônios vivem em derredor buscando a quem tragar e nós crentes somos seus principais alvos. Tenho certeza pelo conhecimento da palavra de que se ou fosse um recém-convertido com certeza: ele tentaria me fazer crer que a dor no ombro seria justamente o contrario do que tinha certeza: Deus não havia aceitado a minha oração. E, portanto estaria sem condições de participar da Santa Ceia.

Entendam que estou relatando desta forma para que vejam como a fé sem o conhecimento da palavra pode ser utilizada pelo inimigo para nos impedir de alcançar o melhor de Deus.

Continuando meu testemunho: Mesmo com a dor ficando mais intensa fui para o culto das 10h orei, louvei ao Senhor, ouvi a pregação e em todo momento procurei me fortalecer na minha fé de que a dor não tinha nada haver com o ocorrido ontem. Ora! Quando o Pastor leu como sempre faz nas Santas Ceias o Capitulo de I Coríntios 11:23-31 afim de alertar quem não estivesse em condição que não participasse eu intensifiquei a minha oração e pedir que assim como Jesus ao morrer na Cruz não só me limpou do pecado mais também me sarou de todas as enfermidades e doenças! Que eu não aceitava a dor que estava sentindo”. E assim se cumpriu o que fora dito pelo profeta Isaías: "Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças". Mateus 8:17.

Para Honra e Glória de Deus logo após ter comido do pão ázimo (representa o corpo de Cristo) e tomado do suco de uva (representa o sangue de Cristo) já não mais sentia a dor que até então me incomodava e continuei Glorificado meu Deus pelo seu imenso poder e misericórdia por todos aqueles que o Obedece.

Por isso não posso deixar de glorifica e adorar o amado de minha alma Jesus Cristo de Nazaré o Filho de Deus que tomou o meu lugar na Cruz do Calvário e ainda me dá Saúde Paz Alegria que nenhum outro poderia me dar, sem compartilhar com todos vocês.

Como não amar e adorar meu Jesus que mesmo sabendo o que iria passar ainda orou assim ao Pai por mim e por todos os que vierem aceita-lo?

Depois de dizer isso, Jesus olhou para o céu e orou: Pai chegou a hora. Glorifica o teu Filho, para que o teu Filho te glorifique.

Pois lhe deste autoridade sobre toda a humanidade, para que conceda a vida eterna a todos os que lhe deste.

Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer.

E agora, Pai, glorifica-me junto a ti, com a glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse.

Eu revelei teu nome àqueles que do mundo me deste. Eles eram teus; tu os deste a mim, e eles têm guardado a tua palavra.

Agora eles sabem que tudo o que me deste vem de ti.

Pois eu lhes transmiti as palavras que me deste, e eles as aceitaram. Eles reconheceram de fato que vim de ti e creram que me enviaste.

Eu rogo por eles. Não estou rogando pelo mundo, mas por aqueles que me deste, pois são teus.

Tudo o que tenho é teu, e tudo o que tens é meu. E eu tenho sido glorificado por meio deles.

Não ficarei mais no mundo, mas eles ainda estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, protege-os em teu nome, o nome que me deste, para que sejam um, assim como somos um.

Enquanto estava com eles, eu os protegi e os guardei pelo nome que me deste. Nenhum deles se perdeu, a não ser aquele que estava destinado à perdição, para que se cumprisse a Escritura.

Agora vou para ti, mas digo estas coisas enquanto ainda estou no mundo, para que eles tenham a plenitude da minha alegria.

Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, pois eles não são do mundo, como eu também não sou.

Não rogo que os tires do mundo, mas que os protejas do Maligno.

Eles não são do mundo, como eu também não sou.

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.

Assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo.

Em favor deles eu me santifico, para que também eles sejam santificados pela verdade.

Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles,

para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste.

Pai, quero que os que me deste estejam comigo onde eu estou e vejam a minha glória, a glória que me deste porque me amaste antes da criação do mundo.

Pai justo, embora o mundo não te conheça, eu te conheço, e estes sabem que me enviaste.

Eu os fiz conhecer o teu nome, e continuarei a fazê-lo, a fim de que o amor que tens por mim esteja neles, e eu neles esteja. João 17: 1-26.

Não sei o que pode ainda estar impedindo vocês de correrem ao seus quartos e orando entregarem as suas vidas a Jesus Cristo? Mais seja o que for. Tomem esta decisão o mais rápido possível, pois ainda que agora não creiam não importa Satanás e seus demônios não irão desistir de vocês. Ainda mais se estiverem sozinhos. "Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." Tiago 4 : 7.

Para encerrar: "Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém." Judas 1 : 25

AA Vivo por Jesus -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...