sábado, 4 de junho de 2011

“Como pois invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram falar? e como ouvirão, se não há quem pregue”? -- Romanos 10:14

armadura-de-deus_6318_1024x766

Daí em diante Jesus começou a pregar: "Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo". Mateus 4:17.

O antes, do daí , o ponto de partida para Jesus foi o período que durante 40 dias esteve no deserto para onde foi levado pelo Espirito Santo para que fosse tentado pelo diabo afim de que estivesse preparado e ciente de tudo que haveria de enfrentar. Esteve cara a cara com o inimigo de Deus e resistido todas as tentações que pelo desespero por antever o seu fim o diabo oferecia.

Após este embate em que a Bíblia narra que Jesus foi de tudo tentado: “pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Hebreus 4:15. O mais importante a observar neste versículo é que Jesus quanto esteve no deserto e diante do nosso inimigo estava exatamente na condição de homem igual a mim e a você! O que fez com que Ele não cedesse foi o conhecimento das Escrituras Sagradas. Através da palavra de Deus Jesus o derrotou e esta ainda é a única maneira que o cristão tem para resistir as muitas e diárias tentações que nos é apresentada pela nossa própria existência e pelas mais variadas formas de ilusões através das mídias.

Não tão diferente das ofertas que fez para Jesus: este mesmo inimigo; o diabo continua com sua velha formula de tentar o homem pelas satisfações das coisas materiais, da vaidade e pelo poder do ter:

Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. (A fraqueza)

O tentador aproximou-se dele e disse: "Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras se transformem em pães".

Jesus respondeu: "Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’". (O desconhecimento da palavra de Deus)

Então o diabo o levou à cidade santa, colocou-o na parte mais alta do templo e lhe disse:

"Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui para baixo. Pois está escrito: ‘Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra’". ( A vaidade de ser filho de um poderoso)

Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: ‘Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus’".

Depois, o diabo o levou a um monte muito alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e o seu esplendor.

E lhe disse: "Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar". (O desejo da riqueza e poder)

Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’". Mateus 4:2-10

Nota: as observações entre parentes são minhas.

Como qualquer astuto inimigo Satanás esperou o momento que a palavra diz que Jesus após os 40 dias de jejum sentia fome pensando que pudesse acha-lo fraco a ponto de não resisti-lo. Claro que humanamente falado Jesus estava fraco fisicamente, mais qualquer cristão crente praticante da palavra sabe que é exatamente quando estamos no deserto que Deus nos capacita. "Sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio no deserto à palavra de Deus a João, filho de Zacarias." Lucas 3:2. Jesus desde os 12 anos ia as Sinagogas dos Judeus e discutia com os Sacerdotes a respeito das Escrituras Sagradas e estar no deserto foi para Ele como um exercício para por em pratica o poder das palavras de Deus.

Jesus ensinou aos discípulos a importância de termos conhecimento da palavra: "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade." II Timóteo 2 : 15. Mais tarde o Apostolo Paulo em sua carta aos Efésios também exorta e ensina aos cristãos de Éfeso sobre como todo o conhecimento é como verdadeiras armas de defesa e ataque para enfrentar o diabo:

Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.

Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz.

Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.

Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Efésios 6:13-17.

Porque não podemos pensar como um soldado que vai a guerra contra o inimigo do país ao lado que invade o seu território. Nossa batalha não é travada no mundo físico que conhecemos: “pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. Efésios 6:12. E contra este inimigo somente os que possuem conhecimento e confiam no poder que há na palavra de Deus poderão resistir as investidas: "Portanto, submetam-se a Deus. “Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês.” Tiago 4 : 7.

Não existe formulas nem conhecimento humano que possa derrotar o diabo! Somente pela palavra de Deus e pelo poder que há no nome de Jesus Cristo é possível derrotar este astuto inimigo do homem.

Você não imagina que está com esta importância toda para que o diabo venha pessoalmente diante de você para tenta-lo? Não precisa ficar esperando que ele venha se manifestar? Tenha certeza de que ele já enviou seus demônios para isso! Se você for casado? Será na forma daquela vizinha com quem vive cruzando olhares. Se for empregado? Na chance de ganhar um extra no horário do trabalho ou roubando a empresa e por ai vai. Lembram-se da Lei de Murphy? Ou do jeitinho brasileiro? E tudo mais que leva uma pessoa a desprezar o correto e honesto para sua própria satisfação pessoal isso já é fruto do pecado que foi plantado no seu coração. "Ora, se eu faço o que não quero já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim." Romanos 7 : 20.

A tentação combatida não é pecado, mais basta que nada faça para que então se consuma. "Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa." I Coríntios 15 : 34.

Mesmo que às vezes dura; toda palavra de Deus tem como principal intenção a sua Salvação pelo conhecimento da verdade.

"Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade." I Timóteo 2:4

Para que não digam que não houve quem pregasse a palavra de Deus a vocês e por isso não o invocaram na hora da luta contra o inimigo.

 

Jesus te Ama!

Amém.

AA Vivo por Jesus -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Usem este espaço para testemunhar como este Blog mudou sua forma de relacionar-se com Jesus Cristo.