sexta-feira, 23 de junho de 2017

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes)


Apesar das inúmeras vozes, ruídos e todas as oposições contrarias a sã doutrina do Senhor. Uma coisa é latente no meio destas vãs tentativas de calá-lo! Deus! O  único Deus está no controle de todas as coisas.

Duvida? Então pense, onde estaríamos se assim não  fosse?

Ainda que a humanidade continue achando que poderá agora com todos os seus avanços tecnológicos, porém ainda limitados ao fato de desconhecerem quão grande é o poder dEle; achando que podem  fazer algo “melhor” do que já feito, tipo: humanismo, filosofia, religiosidade, ateísmo que esforçam-se  ao longo dos séculos de infrutíferas tentativas de desacreditarem a Bíblia? .  “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.” Mateus 22:29 . Sim meus amados e amadas leitores. Deus está no controle de tudo e tudo será como Deus assim determinou. Não temo o futuro! Pois Jesus Cristo já está lá.

Após estes meses sem ter feito nenhuma postagem; hoje fui novamente inspirado pelo Espirito Santo de Deus a voltar. Pois, apesar de saber que o meu Deus não precisa de “defensores” , mas, somente dos que o adorem em espirito e verdade! Como, adorador que sou. Ouso a manifestar minha voz.

Ouvi hoje em  um vídeo no Instagram uma tremenda heresia da parte de um padre católico, que conclamava aos “verdadeiros católicos” a observarem que ao contrario do que os protestantes creem,  a Bíblia não é a base da igreja, mas, sim a igreja católica seria a base da Bíblia! Não me surpreende  mais ouvi de homens,  quer sejam  católico, pseudos pastores protestantes, muçulmanos, espiritas ou do candomblé e o que mais tenha por aí, asneiras que só mostram o quanto são desprovidos do entendimento espiritual da palavra de Deus. Ainda, que muitos dos que estarão lendo este texto, possam a discordar ou concordar do que digo. Que importância acham que haverá para mim? Creiam, nenhuma! Porém, poderá ser o diferencial que falta para que o único que pode realmente te dar a certeza da verdade atue e mostre o que até então nossa limitada capacidade de entendimento fica presa ao Concordar ou não Concordar! Estou me referindo ao Espirito Santo de Deus, o único que pode mostrar ao homem pecador, o quão enganados são pelas suas Opiniões.   “Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. João 16:7,8.

Ao contrário do ensinamento do religioso citado e que citei a denominação, apenas por referência,reafirmo que não é e nunca foi a minha intenção neste Blog, contender contra qualquer pessoa que tenha suas convicções de fé. Eu, como sempre o fiz e assim sempre farei, só me atenho ao que a Bíblia Sagrada diz sobre qual a verdadeira  vontade de Deus. Portanto, não se sintam incomodados pelos meus escritos, mas, queiram ter em si mesmos a única forma de saberem a verdade. O Espirito Santo de Deus. “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1 Coríntios 2:14”. Não é preciso ser um grande estudioso da palavra de Deus para ter discernimento do que Deus  ensina, porém nem o maior estudioso é capaz de compreendê-la sem ter o Espirito Santo de Deus.

Hoje, não me alongarei, mais certamente será uma nova etapa de postagens, pois, ao longo desses meses de ausência, pude vivenciar  muitas experiências com Deus, Jesus Cristo e o Espirito Santo, ainda que muitas até sem estar fazendo por merecer sua misericórdia e graça. Amém! Que nunca depende de mim ser merecedor.

Apesar de saber o que Deus espera de mim não ser o que penso que posso fazer. Mas, o que Ele  quer que eu faça! A minha parte, se é que posso dizer que possa dizer ter parte, ela seria obedecer! Há! E não pensem que é fácil, mais tenham certeza; vale muito a pena servir a Jesus Cristo pelos motivos certos, ok! Nem pense em querer trocar de Senhor, pensando no que poderá obter de “ganho”. Só para desanimar aos maus intencionados, leiam nos Evangelhos de Paulo, como foi e é a vida de quem verdadeiramente é um Cristão = Seguidor de Cristo.

Talvez vocês estejam se perguntando o que quis dizer com: Nem pense em querer trocar de Senhor. É certo que  só há duas opções de Senhorio, e ou  servimos  a Deus ou a Satanás enquanto estivermos neste mundo. “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. “Mateus 6:24.  Apesar de Jesus  ter utilizado a palavra hebraica Mamom que significa “dinheiro” é aplicável como figurativo de Satanás diante do fato de que pela cobiça dos homens em possuir riquezas, terminam fazendo do dinheiro seu deus. É fato, ao contrario e   apesar de outra heresia proferida pelo supremo dirigente da ICAR, de que o Diabo (um dos muitos nomes de Satanás) seria um ser “mitológico”, ele existe sim! E no mundo espiritual  tem domínio sobre todos que se oponha as verdades da Bíblia. “ Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência;”  Efésios 2:2.

A linguagem bíblica e suas traduções do Hebraico, Aramaico e do Grego principalmente para o nossa língua portuguesa, é uma das muitas razões para que pessoas com intenções discutíveis em relação a verdade, faça que haja tantas deturpações de textos bíblicos tirados do contexto para servir de pretexto para suas falsas conclusões, já que são incapazes de discernir.  “Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.”  Tiago 3:15.

Toda a Bíblia' é de total compreensão para os que são de Deus e não só a lê, como também escuta o que Deus fala através do Seu Santo Espirito. Talvez, para um leitor influenciado por tantas informações que chegam em propulsões tal e muitas vezes intencionalmente difundidas para confundir, pode até achar que estou falando algo duvidoso para realmente crer. Porém, garanto a todos que o que tenho buscado como diferencial dentre os muitos Blogs existentes na Web, é que busco não escrever nada que biblicamente qualquer leitor não possa por si mesmo comprovar de onde vem a minha inspiração.  Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus”. João 8:47. Pois, além de não ser um teólogo estudioso,  também não sou nenhum escritor versado. Porém,  verdadeiramente um Crente em Jesus Cristo. “Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação”. 1 Coríntios 1:21.

Louvo a Deus, por nunca achar que o que escrevo seja lido e entendido como se de mim mesmo pudesse haver alguma virtude. Como costumo sempre após digitar a ultima linha do post, orar para que se estiver de acordo com o que o Espirito Santo deseja e já determinou para quem será útil, que então eu publique. Faço isso deste minha primeira postagem e assim farei até quando Jesus Cristo assim quiser. “ sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.João 15:5

Só Jesus Cristo Salva, Cura e Liberta!

Amém!

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

“E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão” –Galatas 2:4

?

Não! Não é surpresa.



Não posso dizer que fico surpreso quando ouço de algumas pessoas quando estou falando de Jesus Cristo, o relato de exemplos do péssimo testemunho dados por pseudos cristãos que povoam as inúmeras denominações evangélicas, tais como: Fofoca, arrogância, inveja, idolatria (ao pastor ou a algum irmão(ã), condenação ao próximo etc.. Sem fazer juízo de valor, para não cair na mesma armadilha do inimigo. Entretanto, não posso deixar de comentar que este tipo de atitude em nada contribuem para o esforço de cumprir o Ide do Senhor Jesus: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15
Ainda mais, que o próprio evangelho nos alerta em relação a estas atitudes, que o apóstolo Paulo definiu como vinda de “Falsos irmãos” em sua carta aos Gálatas.
E de certa maneira o impressionante que mesmo com toda a expansão do evangelho de Jesus Cristo no Brasil; isto ainda não se traduza de fato em verdadeiro conhecimento do seu conteúdo, ou seja: A vontade de Deus ensinada; expressa e registrada nas páginas do Novo Testamento. Só assim posso explicar que isto ainda aconteça e faz com que não só ouça estes relatos de não cristão, mais também venha presenciar estes comportamentos entre irmãos. Esta constatação dá-se ao fato do aumento do número de evangélicos professos no Brasil. Mas que infelizmente não acontece na mesma proporção quanto ao crescimento dos que realmente tem o hábito de ler a Bíblia ao menos uma vez ao dia. Ou até que já a tenham lido de Gênesis a Apocalipse ao menos uma vez!
Pode até parecer estranho pensar que possa haver tantas pessoas entre os evangélicos que vivem dizendo estarem  “seguindo o que a Bíblia diz” confessam a fé em Cristo e possam ao mesmo tempo deixar de lado a importância da leitura pessoal da mesma. Creio que esses irmãos e irmãs não estejam agindo desta maneira por serem pessoas más ou totalmente desinteressadas! Porém infelizmente estão habituadas a serem alimentadas pela fé dos outros. Gostam de ouvir as pregações na igreja e se sentem tocados enquanto estão lá. Também porque, surpreendentemente entre muitos cristãos recém-convertidos sequer possuírem uma bíblia e não meditarem quando chegam em suas casas como aplicar os ensinamentos ouvidos; na sua vida diária. Acredito, baseado no meu próprio exemplo de vida cristã. Pois, posso classificar-me como um cristão AB = Antes de ter lido a Bíblia e DB = Depois de ter lido a Bíblia. Somente assim poderão se libertar de todo tipo de religiosidade e realmente serem livres em Cristo Jesus.--- E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32
Talvez vocês pensem que a Bíblia é apenas um livro religioso que contém histórias que justifica a prática do credo cristão! Mas, talvez também nisto esteja o engano cometido por muitos, desde os que são simplesmente “antiDeus e antibíblia” como aos que ainda que confessando-o, não entendem que a Bíblia é realmente a bússola que deve guiar todo o Cristão = Seguidor de Cristo. Como costumo publicar neste blog. A Bíblia é o manual do fabricante para o ser humano! Independente de querer crer ou não nela, não há como negar que nela encontraremos todos os aspectos que envolvem o ser humano deste a sua criação, assim como a do nosso próprio planeta. --- Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20.
Dentre as muitas coisas difícil de serem praticadas nos dias atuais, infelizmente a de observarmos a pratica do que chamamos de “fazer o bem” é, sem dúvida, umas das tarefas mais árduas de serem praticadas. Tanto assim o é! Que um principio que deveria ser comum a todos: A Honestidade. Quando se é praticada em um simples ato de devolução de algo alheio encontrado perdido. Não é visto como um ato que deveria ser inerente a todos homens e mulheres. E é elevado a potência da raridade! Com direito a ampla divulgação e até em alguns casos; merecedor de recompensas e placas alusivas. --- O que é direito escolhamos para nós; e conheçamos entre nós o que é bom. Jó 34:4.
Jesus Cristo, o único homem que poderia dentro dos padrões humano poderia ter reivindicado para si a condição de ser BOM; ensinou justamente que não existe de fato ninguém realmente bom, ainda mais pelo limitado conceito humano. --- Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus. Lucas 18:19.
Tenho certeza que muitos ficaram surpresos ao tomarem conhecimento que nunca serão capazes de serem o tão “bom” que pensam que são? Não é interessante saber que nem tudo que fazemos de “bem” na verdade nos torna bom? Ou mais! Que necessariamente não são somente as pessoas tidas como “boas” que fazem coisas “boas”? --- Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem? Mateus 7:11.
O proposito deste comentário é justamente para mostrar outro principio esquecido pelas pessoas que se “julgam boas ou justas”: O não reconhecimento das nossas própria limitações! Mais do que julgarmos o próximo, devemos examinarmos a nós mesmos. Já que na maioria das vezes a nossa “bondade” esconde um mesquinho interesse pessoal de recompensa! Ainda que seja na forma de “reconhecimento”.
E para os que irão se identificar com o tema da postagem e pensavam serem Cristãos bons demais em relação aos outros cristãos ou não. Em nome de Jesus Cristo! Eu vos peço! Deixem que os ensinamentos do Novo Testamento falem por si só. Esta é a única maneira de comprovarem que somente a palavra de Deus através do que Jesus Cristo ensinou, viveu e nos deu! É a única forma de sermos cada vez pessoas melhores; e cristãos mais parecidos com Jesus Cristo.
Para comprovarem, é importante que leiam todo o Capítulo 7 do Evangelho de Mateus transcrito abaixo:
Mateus 7
1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
5 Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
6 Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.
7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.
9 E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?
10 E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?
11 Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.
13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
14 E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.
15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.
24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
26 E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
27 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.
28 E aconteceu que, concluindo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua doutrina;
29 Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas.

Meus queridos (as), espero sinceramente que esta postagem possa fazer com que reflitam tão somente sobre o que a palavra de Deus diz em relação ao comportamento necessários a todos diante Dele; do Seu Filho e do nosso Próximo. Que o Espírito Santo lhes conceda o discernimento necessário.

Ser-vos-ia bom, se ele vos esquadrinhasse? Ou zombareis dele, como se zomba de algum homem? Jó 13:9.


Só Jesus Cristo, Salva, Cura e Liberta.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

A verdadeira história do Êxodo e do único Deus.


A proposito: A palavra “êxodo” significa partida. No tempo definido por Deus, o êxodo dos israelitas do Egito marcou o fim de um período de opressão para os descendentes de Abraão Gênesis 15:13, e o início do cumprimento da promessa da aliança com Abraão que seus descendentes não só viveriam na Terra Prometida, mas também se multiplicariam e se tornariam uma grande nação Gênesis 12:1-3, 7.
A título de curiosidade e para fins de poder confrontar qualquer associação do filme intitulado Êxodo deuses e reis com a verdadeira história do Êxodo Bíblico. Assistir hoje a estória (com “e” mesmo, pois aprendi que assim é grafado um fato que não é verdadeiro); e ainda que respeitando a licença poética da adaptação para o filme, o que vi foi uma total manifestação de ignorância espiritual. O que também não foi surpresa: Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. 1 Coríntios 2:14-15.
Desde o início da película é fácil para quem conhece a verdadeira e única versão da história do Êxodo dos Hebreus da Bíblia. Que, o diretor Ridley Scott e seus assistentes são pessoas totalmente desprovidas da capacidade do discernimento espiritual daquilo que possivelmente leram na Bíblia ou de até entenderem das pesquisas históricas consultadas e tentaram, por assim dizer: Compreender e retratar pela ótica humana descrente e limitada o que leram. Porque afirmo isso? Vejam abaixo a diferença que há entre os fatos verdadeiros narrados na Bíblia e o que é visto no filme. --- Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve. Malaquias 3:18
Em 1º lugar Moisés nunca poderia ser retratado como um General. Pois apesar dos  anos que viveu como príncipe do Egito, não foi por esta formação recebida, que o fez ser escolhido por Deus para libertar os seus irmãos hebreus. Mas, os 40 anos que viveu no deserto como pastor de ovelhas; foi o que forjou o seu caráter para servir aos propósitos de Deus. E não apenas 9 anos como descrito no filme. E Moisés era da idade de oitenta anos, e Arão da idade de oitenta e três anos quando falaram a Faraó. Êxodo 7:7
Em sequência vou enumerar outras falhas grotescas do filme em relação aos fatos:
Fora as já citadas;
Não foi por causa de nenhuma profecia de que haveria de nascer um líder libertador, que Faraó mandou matar os meninos hebreus, e sim, por causa do crescimento do povo ao longo dos 400 anos de escravidão e maus tratos: Faleceu José, e todos os seus irmãos, e toda aquela geração. E os filhos de Israel frutificaram, aumentaram muito, e multiplicaram-se, e foram fortalecidos grandemente; de maneira que a terra se encheu deles. E levantou-se um novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José; O qual disse ao seu povo: Eis que o povo dos filhos de Israel é muito, e mais poderoso do que nós. Eia, usemos de sabedoria para com eles, para que não se multipliquem, e aconteça que, vinda guerra, eles também se ajuntem com os nossos inimigos, e pelejem contra nós, e subam da terra. E puseram sobre eles maiorais de tributos, para os afligirem com suas cargas. Porque edificaram a Faraó cidades armazéns, Pitom e Ramessés. Mas quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam, e tanto mais cresciam; de maneira que se enfadavam por causa dos filhos de Israel. E os egípcios faziam servir os filhos de Israel com dureza; Assim que lhes fizeram amargar a vida com dura servidão, em barro e em tijolos, e com todo o trabalho no campo; com todo o seu serviço, em que os obrigavam com dureza. E o rei do Egito falou às parteiras das hebréias (das quais o nome de uma era Sifrá, e o da outra Puá), E disse: Quando ajudardes a dar à luz às hebréias, e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas se for filha, então viva. As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram como o rei do Egito lhes dissera, antes conservavam os meninos com vida. Êxodo 1:6-17
Miriã a irmã de Moises, nunca viveu com ele no palácio. Ela vivia como escrava junto ao povo. Lembra-te do que o Senhor teu Deus fez a Miriã no caminho, quando saíste do Egito. Deuteronômio 24:9  --- Pois te fiz subir da terra do Egito, e da casa da servidão te remi; e enviei adiante de ti a Moisés, Arão e Miriã. Miquéias 6:4
A própria mãe de Moises o criou até a juventude, e até foi paga para isso. E somente depois o entregou a Princesa egipicia.
1 E foi um homem da casa de Levi e casou com uma filha de Levi. 2 E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que ele era formoso, escondeu-o três meses. 3 Não podendo, porém, mais escondê-lo, tomou uma arca de juncos, e a revestiu com barro e betume; e, pondo nela o menino, a pôs nos juncos à margem do rio. 4 E sua irmã postou-se de longe, para saber o que lhe havia de acontecer. 5 E a filha de Faraó desceu a lavar-se no rio, e as suas donzelas passeavam, pela margem do rio; e ela viu a arca no meio dos juncos, e enviou a sua criada, que a tomou. 6 E abrindo-a, viu ao menino e eis que o menino chorava; e moveu-se de compaixão dele, e disse: Dos meninos dos hebreus é este. 7 Então disse sua irmã à filha de Faraó: Chamarei uma ama das hebréias, que crie este menino para ti? 8 E a filha de Faraó disse-lhe: Vai. Foi, pois, a moça, e chamou a mãe do menino. 9 Então lhe disse a filha de Faraó: Leva este menino, e cria-mo; eu te darei teu salário. E a mulher tomou o menino, e criou-o. 10 E, quando o menino já era grande, ela o trouxe à filha de Faraó, a qual o adotou; e chamou-lhe Moisés, e disse: Porque das águas o tenho tirado. Êxodo 2:1-10.
O próprio Moises fugiu para o deserto após ter matado 01 (um) e não dois Egipicio. E este era um capataz e não  soldado, que estava agredido um hebreu. E aconteceu naqueles dias que, sendo Moisés já homem, saiu a seus irmãos, e atentou para as suas cargas; e viu que um egípcio feria a um hebreu, homem de seus irmãos. E olhou a um e a outro lado e, vendo que não havia ninguém ali, matou ao egípcio, e escondeu-o na areia. E tornou a sair no dia seguinte, e eis que dois homens hebreus contendiam; e disse ao injusto: Por que feres a teu próximo? O qual disse: Quem te tem posto a ti por maioral e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio? Então temeu Moisés, e disse: Certamente este negócio foi descoberto. Ouvindo, pois, Faraó este caso, procurou matar a Moisés; mas Moisés fugiu de diante da face de Faraó, e habitou na terra de Midiã, e assentou-se junto a um poço. Êxodo 2:11-15
Após ter defendido Zípora e suas irmãs no poço. O pai delas Jetro, foi que mandou que elas o buscassem e não o contrário, elas o levaram. --- E o sacerdote de Midiã tinha sete filhas, as quais vieram tirar água, e encheram os bebedouros, para dar de beber ao rebanho de seu pai. Então vieram os pastores, e expulsaram-nas dali; Moisés, porém, levantou-se e defendeu-as, e deu de beber ao rebanho. E voltando elas a Reuel seu pai, ele disse: Por que hoje tornastes tão depressa? E elas disseram: Um homem egípcio nos livrou da mão dos pastores; e também nos tirou água em abundância, e deu de beber ao rebanho. E disse a suas filhas: E onde está ele? Por que deixastes o homem? Chamai-o para que coma pão. E Moisés consentiu em morar com aquele homem; e ele deu a Moisés sua filha Zípora, Êxodo 2:16-21
Ao subir ao monte Horebe Moises viu a Sarça ardente e ouviu a voz de Deus. No entanto, nunca em momento algum ele chegou a ver Deus. Ainda mais na absurda e caricata forma de criança. --- E vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui. E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa. Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus. Êxodo 3:4-6
Nunca houve a formação de uma “guerrilha” libertadora. Todas as ações anunciadas por Moises a Faraó eram instruções de Deus. Além do mais, Moises não tinha o apoio do povo que não entendia o agir de Deus. Moises era gago e tímido, tanto que quem falava ao povo era Arão seu irmão mais velho. --- Então respondeu Moisés, e disse: Mas eis que não me crerão, nem ouvirão a minha voz, porque dirão: O SENHOR não te apareceu. Êxodo 4:1 Então disse Moisés ao Senhor: Ah, meu Senhor! Eu não sou homem eloquente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua. Êxodo 4:10 ---Então se acendeu a ira do Senhor contra Moisés, e disse: Não é Arão, o levita, teu irmão? Eu sei que ele falará muito bem; e eis que ele também sai ao teu encontro; e, vendo-te, se alegrará em seu coração. E tu lhe falarás, e porás as palavras na sua boca; e eu serei com a tua boca, e com a dele, ensinando-vos o que haveis de fazer. E ele falará por ti ao povo; e acontecerá que ele te será por boca, e tu lhe serás por Deus. Êxodo 4:14-16
A imaginativa explicação para o tingimento com sangue do rio Nilo por ataque de Crocodilos foi uma tremenda “crocodilage”. Moises foi quem feriu a água com seu cajado como Deus ordenou. --- Assim diz o Senhor: Nisto saberás que eu sou o Senhor: Eis que eu com esta vara, que tenho em minha mão, ferirei as águas que estão no rio, e tornar-se-ão em sangue. E os peixes, que estão no rio, morrerão, e o rio cheirará mal; e os egípcios terão nojo de beber da água do rio. Êxodo 7:17-18
Quando o povo finalmente saiu do Egito, não foi sendo insultado e maltrapilhos que saíram como mostrado no filme! Pelo contrário tudo que pediam aos antes senhores e senhoras recebiam, desde vestes a muito ouro e joias. Como Deus havia prometido a Moises: ---  Porque cada mulher pedirá à sua vizinha e à sua hóspeda joias de prata, e joias de ouro, e vestes, as quais poreis sobre vossos filhos e sobre vossas filhas; e despojareis os egípcios. Êxodo 3:22
A travessia do Mar Vermelho se deu durante toda a noite e os 3 milhões de hebreus e não 400.000 como mencionado no filme, passaram sem molharem os pés, ou seja, em terra completamente seca e não por uma maré baixa. Também, nunca houve uma espada nas mãos de Moises: -- Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco. Êxodo 14:15-16  --- E ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel; e a nuvem era trevas para aqueles, e para estes clareava a noite; de maneira que em toda a noite não se aproximou um do outro.  Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas. E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda. Êxodo 14:20-22
Faraó e seus soldados pereceram sob as águas. E eis que endurecerei o coração dos egípcios, e estes entrarão atrás deles; e eu serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavaleiros, Êxodo 14:17  --- E disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão sobre o mar, para que as águas tornem sobre os egípcios, sobre os seus carros e sobre os seus cavaleiros. Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o mar retornou a sua força ao amanhecer, e os egípcios, ao fugirem, foram de encontro a ele, e o Senhor derrubou os egípcios no meio do mar, Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nenhum deles ficou. Mas os filhos de Israel foram pelo meio do mar seco; e as águas foram-lhes como muro à sua mão direita e à sua esquerda. Assim o Senhor salvou Israel naquele dia da mão dos egípcios; e Israel viu os egípcios mortos na praia do mar. E viu Israel a grande mão que o Senhor mostrara aos egípcios; e temeu o povo ao Senhor, e creu no Senhor e em Moisés, seu servo. Êxodo 14:26-31
Jetro o sogro de Moises foi  ao encontro dele e levou Zípora e seus filhos, e não Moises que alterou o caminho para “apresentá-la” o seu povo. –-- Ora Jetro, sacerdote de Midiã, sogro de Moisés, ouviu todas as coisas que Deus tinha feito a Moisés e a Israel seu povo, como o SENHOR tinha tirado a Israel do Egito. E Jetro, sogro de Moisés, tomou a Zípora, a mulher de Moisés, depois que ele lha enviara, Com seus dois filhos, dos quais um se chamava Gérson; porque disse: Eu fui peregrino em terra estranha; E o outro se chamava Eliézer; porque disse: O Deus de meu pai foi por minha ajuda, e me livrou da espada de Faraó. Vindo, pois, Jetro, o sogro de Moisés, com seus filhos e com sua mulher, a Moisés no deserto, ao monte de Deus, onde se tinha acampado, Disse a Moisés: Eu, teu sogro Jetro, venho a ti, com tua mulher e seus dois filhos com ela. Então saiu Moisés ao encontro de seu sogro, e inclinou-se, e beijou-o, e perguntaram um ao outro como estavam, e entraram na tenda. Êxodo 18:1-7
Outra deformação absurda foi atribuir a Moises a confecção das tábuas da lei: --- E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele no monte Sinai) as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus. Êxodo 31:18
Não sou crítico de cinema, apesar de gostar muito da arte. Entretanto, não posso deixar de tentar elucidar pela própria Bíblia a palavra de Deus os motivos de este filme em nada contribui para a divulgação da verdade e tão pouco deve ser visto como um entretenimento edificante.
O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; Oséias 4:6a
Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus. João 8:47
Se alguém deseja verdadeiramente conhecer a razão; motivo e sentido para tanta necessidade de saber quem é Deus? Busque a única fonte confiável! O próprio Espirito Santo de Deus.; que é o autor de toda Escritura Sagrada – A Bíblia.
Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21
Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; 2 Timóteo 3:16
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32
Só Jesus Salva, Cura e Liberta.
Feliz 2015 e espero poder continuar a mostrar a verdadeira face da verdade Bíblica em nome de Jesus Cristo.


























sábado, 29 de novembro de 2014

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Está postagem tem como principal alvo os novos convertidos, os já convertidos e aos que ainda estão por se converter ao verdadeiro e único caminho: Jesus Cristo de Nazaré.

É inquestionável a influência das chamadas redes sociais na vida das pessoas hoje em dia. E, como não pode se evitar, também na vida das pessoas que assume serem cristãs. O problema que desejo abordar, no entanto, é justamente para definir o que de fato é ser um cristão Seguidor de Cristo ou apenas um cristão social?

O meu questionamento vem do fato de que ainda que inserido neste universo de usuário das redes sociais, não posso deixar de ficar impressionado do que chamo de “conhecimento deturpado” de versículos bíblicos; principalmente dos que na sua maioria enfatiza o cristão como sendo uma pessoa em constante estado de vitória, sucesso e desejos realizados! É impressionante a quantidade de lindas imagens com crianças, flores, animais, paisagens etc. acompanhadas de trechos de versículos bíblicos que mostra tão somente um Deus que “a única função aparente é providenciar benefícios aos homens”.

Frases como: Bom dia! A vida é um Milagre! Acordar todos os dias é como ouvir Deus dizer: Recomece, estou contigo!

A princípio, vocês podem achar que estou sendo incoerente, afinal! A mensagem não leva as pessoas a crerem em Deus? Ok! Então vamos analisar com mais profundidade a luz do que a Bíblia ensina de Deus.

Vejamos na 1a afirmação: A vida é um milagre! É correta. Se todos tem a convicção de que realmente foi Deus que a partir do pó da Terra criou o homem: --- E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:27E se de fato efetivamente todos tivessem esta convicção, então não teríamos duvida em relação ao que a próxima frase menciona:  Acordar todos os dias é como ouvir Deus dizer: Recomece, estou contigo! Uma vez que na própria bíblia encontramos este princípio; porém, de forma absoluta para a vida de um verdadeiro  seguidor de Cristo. --- Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. João 15:5. Observe a ênfase na última parte do versículo! Ora! Se sem Jesus nada podemos fazer, então a ideia de que acordar todos os dias é como ouvir Deus. Não passa de um eufemismo (*).

(*) Portanto, são exemplos de eufemismo, figura de linguagem que consiste em empregar expressões suaves no lugar de outra desagradável ou chocante.

Além do que, é verdadeiro o fato de que assim o é, não só todos novos dias, bem como toda a natureza declara a existência de Deus. ---- Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20.

Este é apenas um exemplo do que estou querendo mostrar. Porém, quando partimos para o âmbito da prosperidade financeira, ai a coisa toma uma proporção que fica quase impossível distinguir se de fato é do Deus da Bíblia e do Seu Filho Jesus Cristo a quem estas mensagens se refere.

A partir de uma das frases mais repetida no meio evangélico: “Tudo posso naquele que me fortalece” que ivaliza em preferência com que a, “Sou mais que vencedor”. No entanto, não se apercebem do engano causado por uma frase extraída de um texto e lida fora do contexto, virar um grave pretexto para muita interpretação errada e perigosa.

No caso da frase dita pelo Apostolo Paulo na carta aos de Filipo em Felipenses 4:13 : “ Tudo posso naquele que me fortalece”. Leiam todos os versículos anteriores:

1 Portanto, meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudade, vocês que são a minha alegria e a minha coroa, permaneçam assim firmes no Senhor, ó amados!2 O que eu rogo a Evódia e também a Síntique é que vivam em harmonia no Senhor.3 Sim, e peço a você, leal companheiro de jugo, que as ajude; pois lutaram ao meu lado na causa do evangelho, com Clemente e meus demais cooperadores. Os seus nomes estão no livro da vida.4 Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!5 Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor.
6 Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças apresentem seus pedidos a Deus.7 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.8 Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.9 Tudo o que vocês aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim, ponham-no em prática. E o Deus da paz estará com vocês.10 Alegro-me grandemente no Senhor, porque finalmente vocês renovaram o seu interesse por mim. De fato, vocês já se interessavam, mas não tinham oportunidade para demonstrá-lo.11 Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância.12 Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade.

Agora continue lendo a partir do Versículo 13 que é a chave desta reflexão e tire sua conclusão se de fato não tenho razão quando afirmo que no mínimo, com toda boa vontade, não é bem assim que devemos exercer a força que o Senhor nos dá?

14 Apesar disso, vocês fizeram bem em participar de minhas tribulações. 15 Como vocês sabem, filipenses, nos seus primeiros dias no evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja partilhou comigo no que se refere a dar e receber, exceto vocês; 16 pois, estando eu em Tessalônica, vocês me mandaram ajuda, não apenas uma vez, mas duas, quando tive necessidade. 17 Não que eu esteja procurando ofertas, mas o que pode ser creditado na conta de vocês. 18 Recebi tudo, e o que tenho é mais que suficiente. Estou amplamente suprido, agora que recebi de Epafrodito os donativos que vocês enviaram. Elas são uma oferta de aroma suave, um sacrifício aceitável e agradável a Deus. 19 O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus. 20 A nosso Deus e Pai seja a glória para todo o sempre. Amém. 21 Saúdem a todos os santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo enviam saudações. 22 Todos os santos lhes enviam saudações, especialmente os que estão no palácio de César. 23 A graça do Senhor Jesus Cristo seja com o espírito de vocês. Amém.

O desconhecimento da complexidade que envolve a afirmação do Apostolo Paulo. Faz com que seja comum receber e ver  mensagens deste quilate sendo divulgadas nas redes sociais: “Vá firme na direção da sua meta… Porque o pensamento cria…O desejo atrai e a fé realiza!”. Estimulante, poderia dizer! Contudo, ao mesmo tempo de cunho duvidoso quando temos conhecimento da relação que a bíblia faz com que deve ser: A meta de um Cristão…os pensamentos….desejos e da própria fé. Vejamos:

Em relação a meta, ou seja, Alvo. Vejam o que a bíblia ensina: --- Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:14

…Pensamento: --- Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Isaías 55:8

….Desejo (s): --- Ele cumprirá o desejo dos que o temem; ouvirá o seu clamor, e os salvará. Salmos 145:19

E por fim…Fé: ---  Orem também para que sejamos libertos dos homens perversos e maus, pois a fé não é de todos.  Mas o Senhor é fiel; ele os fortalecerá e os guardará do Maligno.  Confiamos no Senhor que vocês estão fazendo e continuarão a fazer as coisas que lhes ordenamos. 2 Tessalonicenses 3:2-4. Gostaria de chamar atenção para a 1a parte deste versículo, onde o apóstolo Paulo avisa de certa forma, que nem todas as expressões de fé, são necessariamente vinda ou devem ser atribuídas a uma ação de Deus.

Faço questão de salientar, que a exposição destes comentários não tem de minha parte nenhuma intenção de julgamento em relação a quem envia e recebem estas mensagens. A minha legitima preocupação é com que tem sido uma prática desde o Antigo Testamento.  A superficialidade na vida de uma pessoa que se diz Cristã com relação aos verdadeiros ensinamentos, mandamentos e promessas do Deus da Bíblia.

--- O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. Oséias 4:6  E no Novo Testamento o próprio Jesus afirma --- E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus? Marcos 12:24.

Queridos (as), de fato e em verdade posso afirmar que na Bíblia; a qual costumo chamar de o Manual do Fabricante de Deus nosso criador; é possível para qualquer pessoa que como eu não possuo nenhum doutorado em Teologia ou ensinamento que possa vir de homens que seja mais profundo, perfeito e confiável do que buscar ouvir e experimentar o discernimento dado pelo próprio Espirito Santo de Deus e queira conhecer e entender qual q veradeira vontade do Senhor. ---  E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Tiago 1:5.

Sou apenas um vaso de barro que deseja passar nas mãos do oleiro Jesus Cristo, que pode, deve e vai quebrar, amassar e refazer tantas vezes seja preciso para que enfim possa ser achado como vaso de honra. --- Mas quem é você, ó homem, para questionar a Deus? "Acaso aquilo que é formado pode dizer ao que o formou: ‘Por que me fizeste assim? ’ " Romanos 9:20. E se para isso tenho que ir contra a maré contraria a ideia de que tudo pelo social é valido! Com certeza me manterei cada vez menos “conectado” as redes e mais enraizado na Videira Verdadeira. --- Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. João 15:1

---  Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. Filipenses 4:8

Ainda que em algumas destas mensagens sutilmente elaboradas possam de fato ter algum conteúdo aproveitável, bom seria se agissem conforme ensina a palavra:  --- Examinai tudo. Retende o bem. 1 Tessalonicenses 5:21 . Ainda que de fato ache-se o que reter. Melhor ainda é ponderar pelo que diz a palavra: --- Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. 1 Coríntios 10:23.

Só Jeus Cristo Salva, Cura e Liberta.

Amém.

 

[N%25C3%2583O%2520A%2520RELIGIAO%2520IV%255B2%255D.jpg]

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Hoje é Dia da Reforma Protestante!

image

Foi em 31 de outubro de 1517, que Martinho Lutero deu início ao movimento protestante, quando nesta data ele resolveu divulgar as 95 teses contra o Papa e a Igreja Católica. Dava-se então o início da Reforma Protestante.

Pregadas na porta da Catedral da cidade Wittenberg, Alemanha, os argumentos do ex-monge Lutero não pediam que a Igreja se dividisse, mas que passasse por uma reforma teológica, abandonando práticas que contrariavam as Escrituras Sagradas.

A Igreja Católica vinha, desde o final da Idade Média, perdendo sua identidade. Gastos com luxo e preocupações materiais estavam tirando o objetivo católico dos trilhos. Muitos elementos do clero estavam desrespeitando os mandamentos e o verdadeiro evangelho de Cristo. Principalmente o que diz respeito ao celibato. Padres que mal sabiam rezar uma missa e comandar os rituais, deixavam a população insatisfeita.

A burguesia comercial, em plena expansão no século XVI, estava cada vez mais inconformada, pois os clérigos católicos estavam condenando seu trabalho. O lucro e os juros, típicos de um capitalismo emergente, eram vistos como práticas condenáveis pelos religiosos.
Por outro lado, o papa arrecadava dinheiro para a construção da basílica de São Pedro em Roma, com a venda das indulgências (venda do perdão). O que infelizmente ainda é praticado nos nossos dias, com o nome de Boas Obras e caridade.

Entre as propostas de Lutero estava a de traduzir a Bíblia para que todos pudessem conhecer a Palavra de Deus. Até então isso era privilégio do clero. Foi uma verdadeira revolução no cristianismo. Lutero baseava-se em “5 pilares” que são usados até hoje para definir a fé protestante: “Somente a Escritura, somente a Fé, somente a Graça, somente Cristo e Glória somente a Deus”.

Os ideais se espalharam pela Europa e encontraram eco em vários movimentos similares. Essa é a raiz das igrejas evangélicas que se espalham por todo o mundo até hoje. Embora pouco divulgada pelas igrejas no Brasil, o fato é que a Reforma ajudou a mudar a história.

A reação do inimigo de Deus não demorou de acontecer:

A Contra-Reforma Católica

Preocupados com os avanços do protestantismo e com a perda de fiéis, bispos e papas reúnem-se na cidade italiana de Trento (Concílio de Trento) com o objetivo de traçar um plano de reação. No Concílio de Trento ficou definido: 

- Catequização dos habitantes de terras descobertas, através da ação dos jesuítas;
- Retomada do Tribunal do Santo Ofício - Inquisição : punir e condenar os acusados de heresias
- Criação do Index Librorium Proibitorium (Índice de Livros Proibidos): evitar a propagação de ideias contrárias à Igreja Católica.

Em muitos países europeus as minorias religiosas foram perseguidas e muitas guerras religiosas ocorreram, frutos do radicalismo. A Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), por exemplo, colocou católicos e protestantes em guerra por motivos não só puramente religiosos. Pois, ainda que sendo fieis aos ensinamentos de Jesus, não iriam simplesmente por serem protestantes morrer se lutar. Na França, o rei mandou assassinar milhares de calvinistas na chamada Noite de São Bartolomeu.

A Contra Reforma de Satanás. O Halloween – Foi a forma de Satanás tentar profanar uma data importante para o verdadeiro Cristianismo que é a Reforma Protestante.

Não permitam que se ache alguém entre vocês que queime em sacrifício o seu filho ou a sua filha; que pratique adivinhação, ou dedique-se à magia, ou faça presságios, ou pratique feitiçaria ou faça encantamentos; que seja médium ou espírita ou que consulte os mortos.
O Senhor têm repugnância por quem pratica essas coisas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, o seu Deus, vai expulsar aquelas nações da presença de vocês. Deuteronômio 18:10-12

Se não sabiam agora podem entender porque também no dia 31 de outubro é comemorado o Halloween ou dia das bruxas. Como sempre, o pai da mentira e do engano orientou os seus seguidores a incluir nos rituais do satanismo este dia, que inclusive é considerado entre as oitos festas “magicas” do ano a mais poderosa, chamada de Shamain, o ritual da noite mais longa do ano. Neste ritual espiritos de morte são autorizados pelo inferno para transitarem pelas ruas. É onde também os satanistas comemoram o maior evento deles que é o Black Sabbath, data onde ocorre grande quantidade de sacrificios humanos.

O lamentavel, é que em muitas igrejas ditas evangelicas, parece que nem entre os seus lideres e membros ache-se quem tem conhecimento deste fato historico e da importancia desta data.

Conheçam as 95 teses de Lutero que trouxeram de volta o verdadeiro Cristianismo aos homens.

Essas são as 95 teses que deram origem à Reforma:

1ª Tese

Dizendo nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo: Arrependei-vos...., certamente quer que toda a vida dos seus crentes na terra seja contínuo arrependimento.

2ª Tese

E esta expressão não pode e não deve ser interpretada como referindo-se ao sacramento da penitência, isto é, à confissão e satisfação, a cargo do ofício dos sacerdotes.

3ª Tese

Todavia não quer que apenas se entenda o arrependimento interno; o arrependimento interno nem mesmo é arrependimento quando não produz toda sorte de modificações da carne.

4ª Tese

Assim sendo, o arrependimento e o pesar, isto é, a verdadeira penitência, perdura enquanto o homem se desagradar de si mesmo, a saber, até a entrada desta para a vida eterna.

5ª Tese

O papa não quer e não pode dispensar outras penas, além das que impôs ao seu alvitre ou em acordo com os cânones, que são estatutos papais.

6ª Tese

O papa não pode perdoar divida senão declarar e confirmar aquilo que Já foi perdoado por Deus; ou então faz nos casos que lhe foram reservados. Nestes casos, se desprezados, a dívida deixaria de ser em absoluto anulada ou perdoada.

7ª Tese

Deus a ninguém perdoa a dívida sem que ao mesmo tempo o subordine, em sincera humildade, ao sacerdote, seu vigário.

8ª Tese

Canones poenitendiales, que não as ordenanças de prescrição da maneira em que se deve confessar e expiar, apenas aio Impostas aos vivos, e, de acordo com as mesmas ordenanças, não dizem respeito aos moribundos.

9ª Tese

Eis porque o Espírito Santo nos faz bem mediante o papa, excluído este de todos os seus decretos ou direitos o artigo da morte e da necessidade suprema

10ª Tese

Procedem desajuizadamente e mal os sacerdotes que reservam e impõem aos moribundos poenitentias canonicas ou penitências para o purgatório a fim de ali serem cumpridas.

11ª Tese

Este joio, que é o de se transformar a penitência e satisfação, Previstas pelos cânones ou estatutos, em penitência ou penas do purgatório, foi semeado quando os bispos se achavam dormindo.

12ª Tese

Outrora canonicae poenae, ou sejam penitência e satisfação por pecadores cometidos eram impostos, não depois, mas antes da absolvição, com a finalidade de provar a sinceridade do arrependimento e do pesar.

13ª Tese

Os moribundos tudo satisfazem com a sua morte e estão mortos para o direito canônico, sendo, portanto, dispensados, com justiça, de sua imposição.

14ª Tese

Piedade ou amor Imperfeitos da parte daquele que se acha às portas da morte necessariamente resultam em grande temor; logo, quanto menor o amor, tanto maior o temor.

15ª Tese

Este temor e espanto em si tão só, sem falar de outras cousas, bastam para causar o tormento e o horror do purgatório, pois que se avizinham da angústia do desespero.

16ª Tese

Inferno, purgatório e céu parecem ser tão diferentes quanto o são um do outro o desespero completo, incompleto ou quase desespero e certeza.

17ª Tese

Parece que assim como no purgatório diminuem a angústia e o espanto das almas, nelas também deve crescer e aumentar o amor.

18ª Tese

Bem assim parece não ter sido provado, nem por boas ações e nem pela Escritura, que as almas no purgatório se encontram fora da possibilidade do mérito ou do crescimento no amor.

19ª Tese

Ainda parece não ter sido provado que todas as almas do purgatório tenham certeza de sua salvação e não receiem por ela, não obstante nós termos absoluta certeza disto.

20ª Tese

Por isso o papa não quer dizer e nem compreende com as palavras “perdão plenário de todas as penas” que todo o tormento é perdoado, mas as penas por ele impostas.

21ª Tese

Eis porque erram os apregoadores de indulgências ao afirmarem ser o homem perdoado de todas as penas e salvo mediante a indulgência do papa.

22ª Tese

Pensa com efeito, o papa nenhuma pena dispensa às almas no purgatório das que segundo os cânones da Igreja deviam ter expiado e pago na presente vida.

23ª Tese

Verdade é que se houver qualquer perdão plenário das penas, este apenas será dado aos mais perfeitos, que são muito poucos.

24ª Tese

Assim sendo, a maioria do povo é ludibriada com as pomposas promessas do indistinto perdão, impressionando-se o homem singelo com as penas pagas.

25ª Tese

Exatamente o mesmo poder geral, que o papa tem sobre o purgatório, qualquer bispo e cura d'almas o tem no seu bispado e na sua paróquia, quer de modo especial e quer para com os seus em particular.

26ª Tese

O papa faz muito bem em não conceder às almas o perdão em virtude do poder das chaves (ao qual não possui), mas pela ajuda ou em forma de intercessão.

27ª Tese

Pregam futilidades humanas quantos alegam que no momento em que a moeda soa ao cair na caixa a alma se vai do purgatório.

28ª Tese

Certo é que no momento em que a moeda soa na caixa vêm o lucro e o amor ao dinheiro cresce e aumenta; a ajuda, porém, ou a intercessão da Igreja tão só correspondem à vontade e ao agrado de Deus.

29ª Tese

E quem sabe, se todas as almas do purgatório querem ser libertadas, quando há quem diga o que sucedeu com Santo Severino e Pascoal.

30ª Tese

Ninguém tem certeza da suficiência do seu arrependimento e pesar verdadeiros; muito menos certeza pode ter de haver alcançado pleno perdão dos seus pecados.

31ª Tese

Tão raro como existe alguém que possui arrependimento e, pesar verdadeiros, tão raro também é aquele que verdadeiramente alcança indulgência, sendo bem poucos os que se encontram.

32ª Tese

Irão para o diabo juntamente com os seus mestres aqueles que julgam obter certeza de sua salvação mediante breves de indulgência.

33ª Tese

Há que acautelasse muito e ter cuidado daqueles que dizem: A indulgência do papa é a mais sublime e mais preciosa graça ou dadiva de Deus, pela qual o homem é reconciliado com Deus.

34ª Tese

Tanto assim que a graça da indulgência apenas se refere à pena satisfatória estipulada por homens.

35ª Tese

Ensinam de maneira ímpia quantos alegam que aqueles que querem livrar almas do purgatório ou adquirir breves de confissão não necessitam de arrependimento e pesar.

36ª Tese

Todo e qualquer cristão que se arrepende verdadeiramente dos seus pecados, sente pesar por ter pecado, tem pleno perdão da pena e da dívida, perdão esse que lhe pertence mesmo sem breve de indulgência.

37ª Tese

Todo e qualquer cristão verdadeiro, vivo ou morto, é participante de todos os bens de Cristo e da Igreja, dádiva de Deus, mesmo sem breve de indulgência.

38ª Tese

Entretanto se não deve desprezar o perdão e a distribuição por parte do papa. Pois, conforme declarei, o seu perdão constitui uma declaração do perdão divino.

39ª Tese

É extremamente difícil, mesmo para os mais doutos teólogos, exaltar diante do povo ao mesmo tempo a grande riqueza da indulgência e ao contrário o verdadeiro arrependimento e pesar.

40ª Tese

O verdadeiro arrependimento e pesar buscam e amam o castigo: mas a profusão da indulgência livra das penas e faz com que se as aborreça, pelo menos quando há oportunidade para isso.

41ª Tese

É necessário pregar cautelosamente sobre a indulgência papal para que o homem singelo não julgue erroneamente ser a indulgência preferível às demais obras de caridade ou melhor do que elas.

42ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos, não ser pensamento e opinião do papa que a aquisição de indulgência de alguma maneira possa ser comparada com qualquer obra de caridade.

43ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos proceder melhor quem dá aos pobres ou empresta aos necessitados do que os que compram indulgências.

44ª Tese

Ê que pela obra de caridade cresce o amor ao próximo e o homem torna-se mais piedoso; pelas indulgências, porém, não se torna melhor senão mais seguro e livre da pena.

45ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos que aquele que vê seu próximo padecer necessidade e a despeito disto gasta dinheiro com indulgências, não adquire indulgências do papa. mas provoca a ira de Deus.

46ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem fartura , fiquem com o necessário para a casa e de maneira nenhuma o esbanjem com indulgências.

47ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos, ser a compra de indulgências livre e não ordenada

48ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa precisa conceder mais indulgências, mais necessita de uma oração fervorosa do que de dinheiro.

49ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos, serem muito boas as indulgências do papa enquanto o homem não confiar nelas; mas muito prejudiciais quando, em conseqüência delas, se perde o temor de Deus.

50ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa tivesse conhecimento da traficância dos apregoadores de indulgências, preferiria ver a catedral de São Pedro ser reduzida a cinzas a ser edificada com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.

51ª Tese

Deve-se ensinar aos cristãos que o papa, por dever seu, preferiria distribuir o seu dinheiro aos que em geral são despojados do dinheiro pelos apregoadores de indulgências, vendendo, se necessário fosse, a própria catedral de São Pedro.

52º Tese

Comete-se injustiça contra a Palavra de Deus quando, no mesmo sermão, se consagra tanto ou mais tempo à indulgência do que à pregação da Palavra do Senhor.

53ª Tese

São inimigos de Cristo e do papa quantos por causa da prédica de indulgências proíbem a Palavra de Deus nas demais igrejas.

54ª Tese

Esperar ser salvo mediante breves de indulgência é vaidade e mentira, mesmo se o comissário de indulgências, mesmo se o próprio papa oferecesse sua alma como garantia.

55ª Tese

A intenção do papa não pode ser outra do que celebrar a indulgência, que é a causa menor, com um sino, uma pompa e uma cerimônia, enquanto o Evangelho, que é o essencial, importa ser anunciado mediante cem sinos, centenas de pompas e solenidades.

56ª Tese

Os tesouros da Igreja, dos quais o papa tira e distribui as indulgências, não são bastante mencionados e nem suficientemente conhecido na Igreja de Cristo.

57ª Tese

Que não são bens temporais, é evidente, porquanto muitos pregadores a estes não distribuem com facilidade, antes os ajuntam.

58ª Tese

Tão pouco são os merecimentos de Cristo e dos santos, porquanto estes sempre são eficientes e, independentemente do papa, operam salvação do homem interior e a cruz, a morte e o inferno para o homem exterior.

59ª Tese

São Lourenço aos pobres chamava tesouros da Igreja, mas no sentido em que a palavra era usada na sua época.

60ª Tese

Afirmamos com boa razão, sem temeridade ou leviandade, que estes tesouros são as chaves da Igreja, a ela dado pelo merecimento de Cristo.

61ª Tese

Evidente é que para o perdão de penas e para a absolvição em determinados casos o poder do papa por si só basta.

62ª Tese

O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.

63ª Tese

Este tesouro, porém, é muito desprezado e odiado, porquanto faz com que os primeiros sejam os últimos.

64ª Tese

Enquanto isso o tesouro das indulgências é sabiamente o mais apreciado, porquanto faz com que os últimos sejam os primeiros.

65ª Tese

Por essa razão os tesouros evangélicos outrora foram as redes com que se apanhavam os ricos e abastados.

66ª Tese

Os tesouros das indulgências, porém, são as redes com que hoje se apanham as riquezas dos homens.

67ª Tese

As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como a mais sublime graça decerto assim são consideradas porque lhes trazem grandes proventos.

68ª Tese

Nem por isso semelhante indigência não deixa de ser a mais Intima graça comparada com a graça de Deus e a piedade da cruz.

69ª Tese

Os bispos e os sacerdotes são obrigados a receber os comissários das indulgências apostólicas com toda a reverência-

70ª Tese

Entretanto têm muito maior dever de conservar abertos olhos e ouvidos, para que estes comissários, em vez de cumprirem as ordens recebidas do papa, não preguem os seus próprios sonhos.

71ª Tese

Aquele, porém, que se insurgir contra as palavras insolentes e arrogantes dos apregoadores de indulgências, seja abençoado.

72ª Tese

Quem levanta a sua voz contra a verdade das indulgências papais é excomungado e maldito.

73ª Tese

Da mesma maneira em que o papa usa de justiça ao fulminar com a excomunhão aos que em prejuízo do comércio de indulgências procedem astuciosamente.

74ª Tese

Muito mais deseja atingir com o desfavor e a excomunhão àqueles que, sob o pretexto de indulgência, prejudiquem a santa caridade e a verdade pela sua maneira de agir.

75ª Tese

Considerar as indulgências do papa tão poderosas, a ponto de poderem absolver alguém dos pecados, mesmo que (cousa impossível) tivesse desonrado a mãe de Deus, significa ser demente.

78 ª Tese

Bem ao contrario, afirmamos que a indulgência do papa nem mesmo o menor pecado venial pode anular o que diz respeito à culpa que constitui.

77ª Tese

Dizer que mesmo São Pedro, se agora fosse papa, não poderia dispensar maior indulgência, significa blasfemar S. Pedro e o papa.

78ª Tese

Em contrario dizemos que o atual papa, e todos os que o sucederam, é detentor de muito maior indulgência, isto é, o Evangelho, as virtudes o dom de curar, etc., de acordo com o que diz 1Coríntios 12.

79ª Tese

Afirmar ter a cruz de indulgências adornada com as armas do papa e colocada na igreja tanto valor como a própria cruz de Cristo, é blasfêmia.

80ª Tese

Os bispos, padres e teólogos que consentem em semelhante linguagem diante do povo, terão de prestar contas deste procedimento.

81ª Tese

Semelhante pregação, a enaltecer atrevida e insolentemente a Indulgência, faz com que mesmo a homens doutos é difícil proteger a devida reverência ao papa contra a maledicência e as fortes objeções dos leigos.

82 ª Tese

Eis um exemplo: Por que o papa não tira duma só vez todas as almas do purgatório, movido por santíssima' caridade e em face da mais premente necessidade das almas, que seria justíssimo motivo para tanto, quando em troca de vil dinheiro para a construção da catedral de S. Pedro, livra um sem número de almas, logo por motivo bastante Insignificante?

83ª Tese

Outrossim: Por que continuam as exéquias e missas de ano em sufrágio das almas dos defuntos e não se devolve o dinheiro recebido para o mesmo fim ou não se permite os doadores busquem de novo os benefícios ou pretendas oferecidos em favor dos mortos, visto' ser Injusto continuar a rezar pelos já resgatados?

84ª Tese

Ainda: Que nova piedade de Deus e dó papa é esta, que permite a um ímpio e inimigo resgatar uma alma piedosa e agradável a Deus por amor ao dinheiro e não resgatar esta mesma alma piedosa e querida de sua grande necessidade por livre amor e sem paga?

85ª Tese

Ainda: Por que os cânones de penitencia, que, de fato, faz muito caducaram e morreram pelo desuso, tornam a ser resgatados mediante dinheiro em forma de indulgência como se continuassem bem vivos e em vigor?

86ª Tese

Ainda: Por que o papa, cuja fortuna hoje é mais principesca do que a de qualquer Credo, não prefere edificar a catedral de S. Pedro de seu próprio bolso em vez de o fazer com o dinheiro de fiéis pobres?

87ª Tese

Ainda: Quê ou que parte concede o papa do dinheiro proveniente de indulgências aos que pela penitência completa assiste o direito à indulgência plenária?

88ª Tese

Afinal: Que maior bem poderia receber a Igreja, se o papa, como Já O faz, cem vezes ao dia, concedesse a cada fiel semelhante dispensa e participação da indulgência a título gratuito.

89ª Tese

Visto o papa visar mais a salvação das almas do que o dinheiro, por que revoga os breves de indulgência outrora por ele concedidos, aos quais atribuía as mesmas virtudes?

90ª Tese

Refutar estes argumentos sagazes dos leigos pelo uso da força e não mediante argumentos da lógica, significa entregar a Igreja e o papa a zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.

91ª Tese

Se a Indulgência fosse apregoada segundo o espírito e sentido do papa, aqueles receios seriam facilmente desfeitos, nem mesmo teriam surgido.

92ª Tese

Fora, pois, com todos estes profetas que dizem ao povo de Cristo: Paz! Paz! e não há Paz.

93ª Tese

Abençoados sejam, porém, todos os profetas que dizem à grei de Cristo: Cruz! Cruz! e não há cruz.

94ª Tese

Admoestem-se os cristãos a que se empenhem em seguir sua Cabeça Cristo através do padecimento, morte e inferno.

95ª Tese

E assim esperem mais entrar no Reino dos céus através de muitas tribulações do que facilitados diante de consolações infundadas.

O que fica de lição para todos que verdadeiramente desejam ser verdadeiro Cristão é obedecer o que vem a ser os 05 (cincos) Pilares da Fé Protestante:

 

Sola Scriptura (Somente a Bíblia e toda a Bíblia)

Solus Christus (Somente Cristo)

Sola Gratia (Somente a Graça)

Sola Fide (Somente a Fé)

Soli Deo Gloria (Somente a Deus Glória)

E em tudo se ressume:

Só Jesus Cristo Salva, Cura e Liberta.

Amém.

Não converta para uma religião. Apenas anunciem a Jesus Cristo!

NÃO A RELIGIAO IV

sábado, 30 de agosto de 2014

A quem interessar possa! Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam. Salmos 122:6

 

ISRAEL BRASIL

Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança. Salmos 33:12

Nos últimos cinquenta e poucos dias a retaliação de Israel contra os covardes ataques do Hamas, tornou-se o assunto preferido da mídia mundial. No entanto, salvo raras e lucidas exceções. A maioria das opiniões demonstram total desinformação ou o que me parece mais adequado: Má vontade de apurar e divulgar a realidade dos fatos. Tanto assim, que a coube diplomacia brasileira mostrar o quanto tendenciosas e desprovidas da verdade foram as diversas reações mundo afora.

De tão ridícula que foi  a postura das nossas autoridades, que só restou ao porta-voz do ministério israelita, Yigal Palmor, ironizar a importância da indignação brasileira ao que chamaram de “força desproporcional” utilizada pelas forças armadas israelenses e consequentemente  retirado o nosso embaixador de Tel Aviv. Penso sinceramente, que fora o ato teatral; talvez o próprio embaixador tenha solicitado a sua retirada, ao menos enquanto as hostilidades mais violentas não cessasse. E tenho certeza que para justificar o seu pedido, ele não considerou a “força desproporcional” do exército de Israel! Com certeza ele deve ter feito um rápido calculo do aumento do risco para ele, sua família e os demais funcionários. Uma vez, que em um dia normal em Israel a população convive com a ameaça de 60 misseis que são a toda hora lançados pelo Hamas, tendo como base os territórios da Palestina. É claro, que deve ter pensado com a lógica simples de um brasileiro conhecedor da Lei de Gérson (o jeitinho brasileiro): Se sem guerra declarada são 60 imagine agora? Eu é que não vou ficar aqui! E foi pedir ao PT Partido dos Terroristas… perdão pela atrapalhada: dos Trabalhadores! Que desse um jeito de parar com a guerra.

No entanto, por estar fora do país, e não tendo levado em conta que  o governo politico e as autoridades militares brasileiras, não consegue ao menos sequer impedir o contrabando de armas nas fronteiras com o Paraguai, a dominação dos morros cariocas, favelas de São Paulo; Minas; Bahia; Paraná; Goias; controle dos presídios no Maranhão; Paraná; o fim do PCC, CV e todas as outras facções criminosas que podem ter se expirado justamente nos coitadinhos dos terroristas do Hamas? Então, fizeram o que sempre fazem! Elegem um culpado e lavam as mãos. Este gesto me lembra alguém?

Ironias a parte, quero nesta postagem mostrar a realidade que existe por trás deste conflito que infelizmente traz muita dor e perdas de vidas humanas de ambas as partes. E que, ninguém em sã consciência pode achar que não afete as pessoas de boa índole. Por isso mesmo que, não podemos emitir opiniões movidas por sentimentos passionais, mas, antes sim; ter conhecimento dos fatos que os envolvem. Assim  como eu, não é preciso ser um estudioso no assunto para que diante de tantas informações disponibilizadas na Internet, na mídia quando isenta de partidarismo e focada na verdade dos fatos, para que qualquer pessoa com media capacidade de discernimento possa compreender de forma analista e racional, como fez o colunista da revista Veja Reinaldo Azevedo, em seu comentário sobre a Trégua oferecida por Israel, que transcrevo abaixo parte do texto:

“ Consta que a trégua é incondicional. Em situações semelhantes, no passado, ela sempre foi rompida pelo Hamas. Mesmo nesta jornada, combinou-se um cessar-fogo humanitário de algumas horas para atender algumas vítimas. Os terroristas não o respeitaram. Consta ainda que haverá negociações posteriores, encerrado esse período de três dias. Tomara! Se o Hamas insistir no tal “fim do bloqueio a Gaza”, no entanto, não haverá acordo. Como esquecer que, antes do início dessa nova incursão, eram os extremistas muçulmanos que estavam no ataque, sozinhos?

E por que o Hamas aceita agora o cessar-fogo, se é que vai levar a sério a palavra? Porque é claro que a situação em Gaza é dramática. Segundo a ONU, há 200 mil pessoas abrigadas em suas instalações e outro tanto na casa de parentes. O desavisado logo parte para o ataque: “Estão vendo? Israel só agride civis…”. Não! O Hamas é que, de forma declarada, infiltra-se entre os civis e transforma bairros em bases militares – e, portanto, em alvos militares também. É bom não esquecer: antes desse novo conflito, havia um clima de revolta contida contra o Hamas na Faixa de Gaza. O terror precisa de corpos para manter o poder.”

Bom senso e preocupação investigativa dos fatos, que infelizmente faltou a nossa diplomacia e entre muitos que emitiram e emitem opiniões desprovidas de dados reais que as fundamente.

Fim dos meus comentários dos fatos recentes.

Entretanto peço aos que quiserem; que acessem o link abaixo e assistam um vídeo esclarecedor sobre o assunto: Entendendo o conflito no Oriente Médio.

http://www.siaobr.com/


Leao de Juda

O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ.

Ainda que haja muitas e verídicas explicações baseadas na compreensão humana da realidade dos fatos narrados acima. Temos que a luz da palavra de Deus, entender que este conflito não é meramente uma questão de embate de forças antagônicas. Existe todo um contexto bíblico que mostra que a razão o porque e a verdade está do lado de Israel:

E deu a sua terra em herança, em herança a Israel, seu povo. Salmos 135:12

Ó Deus, tu és tremendo desde os teus santuários; o Deus de Israel é o que dá força e poder ao seu povo. Bendito seja Deus! Salmos 68:35

E habitarei no meio dos filhos de Israel, e não desampararei o meu povo de Israel. 1 Reis 6:13

Querendo ou não crerem que existe de fato uma relação íntima entre o Deus da Bíblia e o Estado de Israel, não há como ainda que de forma histórica se assim desejarem, deixar de reconhecerem fatos que relacionam esta íntima relação de Deus ao longo da existência deste povo. Bastaria tentar entender como um minúsculo país cercado por vários países hostil a sua existência, que por mais de uma vez tentaram exterminá-lo unidos forças acima da racional capacidade de Israel suportar e nem assim tenham conseguido lograr êxito em suas covardes tentativas. Muitos poderão até dizer que existem potências como os Estados Unidos e alguns países europeus que “ajudam” a Israel. Entretanto, é bom salientar que maior do que estas ajudas, está a fé inabalável dos Judeus naquilo que Deus afirma: --- E vós sabereis que eu estou no meio de Israel, e que eu sou o Senhor vosso Deus, e que não há outro; e o meu povo nunca mais será envergonhado. Joel 2:27.

Não será a última vez que tentarão atacar a Israel, pois além dos muçulmanos a história mostra que o inimigo de Deus e dos homens já usaram diversas formas de tentativas de exterminar o Povo Escolhido por Deus. E se imaginarmos que mesmo que todos os israelitas ainda não creram que Jesus Cristo foi e é o Messias que eles tanto esperam! Deus é fiel em sua palavra. --- Oh! se o meu povo me tivesse ouvido! se Israel andasse nos meus caminhos! Salmos 81:13.

Vejo em toda esta situação uma clara mensagem de Deus para todos os que espalhados pelo mundo, graças a esta incredulidade dos Judeus puderam receber a Jesus Cristo. Para que creiam que enquanto assim Deus quiser retardar a volta de Seu Filho, não devemos deixar de crer por um só momento que seja; no Deus que nos deu pela graça em Jesus Cristo a condição de também sermos seu povo aqui na terra. --- Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus. Gálatas 3:26.

E como tais, devemos ter muito cuidado ao nos posicionarmos diante da opinião pública em relação a este conflito. --- Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. Atos 5:29. Eu, particularmente não tenho nenhuma dúvida quando de que lado está a razão. E quando digo isto não estou me referindo e nem tentando justificar a guerra e sua cruel consequência de perdas de vidas inocentes. Mas, não fica para mim nenhuma dúvida de qual lado realmente busca uma convivência pacifica. O que me deixa como cristão seguidor de Cristo a vontade para expor-lhes um ponto de vista que não considero ser exclusivo e tão pouco que deseja ser absoluto; mas, que pela minha consciência e fidelidade ao meu Deus tenho que manifestar.

Espero sinceramente aos queridos (as), que costumam ler as minhas humildes postagens que unicamente pela graça e misericórdia de Deus atrevo-me a escrever, que orem mesmo em favor da Paz em Jerusalém, pois esta é a vontade manifesta de Deus: --- Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam. Salmos 122:6

Amém.

Jesus Cristo te ama!

sábado, 12 de julho de 2014

E isto por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão; –Galatas 2:4.

image

Não posso dizer que fico surpreso quando ouço de algumas pessoas quando estou falando de Jesus Cristo, o relato de exemplos de péssimo testemunho dados por pseudos cristãos que povoam as inúmeras denominações evangélicas, tais como: Fofoca, arrogância, inveja, idolatria (ao pastor ou a algum irmão(ã), condenação ao próximo etc.. Sem fazer juízo de valor, para não cair na mesma armadilha do inimigo. Entretanto, não posso deixar de comentar que este tipo de atitude em nada contribuem para o esforço de cumprir o Ide do Senhor Jesus: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15

Ainda mais, que o próprio evangelho nos alerta em relação a estas atitudes, que o apóstolo Paulo definiu como vinda de “Falsos irmãos” em sua carta aos Gálatas.

É de certa maneira o impressionante é, que mesmo com toda a expansão do evangelho de Jesus Cristo no Brasil;  isto ainda não se traduz de fato em verdadeiro conhecimento do seu conteúdo, ou seja: A vontade de Deus ensinada; expressa e registrada nas páginas do Novo Testamento. Só assim posso explicar que isto ainda aconteça e faz com que  não só ouça estes relatos de não cristão, mais também venha presenciar estes comportamentos entre irmãos. Esta constatação de fato do aumento do número de evangélicos professos no Brasil. Infelizmente não acontece na mesma proporção para o crescimento dos que realmente tem o hábito de ler a Bíblia ao menos uma vez ao dia. Ou até que já a tenham lido de Gênesis a Apocalipse ao menos uma vez!

Pode até parecer estranho pensar que possa haver tantas pessoas entre os evangélicos que vivem dizendo estarem  “seguindo o que a Bíblia diz” e confessam a fé em Cristo, e possam ao mesmo tempo deixar de lado a importância da leitura pessoal da mesma. Creio que esses irmãos e irmãs não estejam agindo desta maneira por serem pessoas más ou totalmente desinteresadas! Porém infelizmente estão habituadas a serem alimentadas pela fé dos outros. Gostam de ouvir as pregações na igreja e se sentem tocados enquanto estão lá. E também porque, surpreendentemente muitos cristãos recém-convertidos sequer possui uma bíblia, não podem meditar quando chegam em suas casas, de como aplicar os ensinamentos ouvidos na sua vida diária. Acredito, baseado no meu próprio exemplo de vida cristã. Onde posso classificar-me como um cristão AB = Antes de ter lido a Bíblia e DB = Depois de ter lido a Bíblia. Pois somente assim poderão se libertar deste tipo de religiosidade e realmente serem livres em Cristo Jesus. --- E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Talvez vocês pensem que a Bíblia é apenas um livro religioso que contém histórias que justifica a prática do credo cristão! Mas, talvez também! Ai esteja o engano cometido por muitos, desde os que são simplesmente “anti-Deus e anti-bíblia; aos que ainda que confessando-o, não entende que a Bíblia é realmente a bússola que deve guiar todo o Cristão = Seguidor de Cristo. Como costumo publicar neste blog. A Bíblia é o manual do fabricante para o ser humano! Independente de se crer ou não nela, não há como negar que nela encontraremos todos os aspectos que envolvem o ser humano deste a sua criação, assim como a do nosso planeta. --- Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20.

Dentre as muitas coisas difícil de serem praticadas nos dias atuais, infelizmente ao observarmos que as praticas que chamamos de “fazer o bem” é, sem dúvida, umas das tarefas mais árduas de serem praticadas. Tanto assim o é, que um principio que deveria ser comum a todos: A Honestidade. Quando se é praticada em um simples ato de devolução de algo alheio encontrado perdido, este simples ato que deveria ser inerente a homens e mulheres, é elevado a potência da raridade! Com direito a ampla divulgação e até em alguns casos; recompensas e placas alusivas. --- O que é direito escolhamos para nós; e conheçamos entre nós o que é bom. Jó 34:4.

Jesus Cristo, o único homem que poderia dentro dos padrões humano poderia ter reivindicado para si a condição de ser BOM; ensinou justamente que não existe de fato ninguém realmente bom. ---  Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus. Lucas 18:19.

Tenho certeza que muitos ficaram surpresos ao tomarem conhecimento que nunca foram capazes de serem o “bom” que pensam que são? Não é interessante saber que nem tudo que fazemos de “bem” na verdade nos torna bom? Ou mais! Que necessariamente não são somente as pessoas tidas como “boas” fazem coisas “boas”. --- Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem? Mateus 7:11.

O proposito porém de ter inserido este comentario é justamente para mostrar outro principio esquecido pelas pessoas que se “julgam boas ou justas”: O não  reconhecimento das nossas própria limitações! Mais do que julgarmos o próximo, devemos examinarmos a nós mesmos.

E para os que se enquadram no tema da postagem de hoje: Cristões que se julgam bons demais em relação a outros cristãos: Em nome de Jesus Cristo! Eu vos peço; Deixem que os ensinamentos do Novo Testamento falem por si só. E a única maneira de mostra-lhes o quão somente a palavra de Deus através do que Jesus Cristo ensinou, viveu e nos deu é a única forma de sermos cada vez pessoas melhores e cristãos mais parecidos com Jesus Cristo.

Para que entendam é importante que leiam todo o Capítulo 7 do Evangelho de Mateus abaixo:

Mateus 7
1 Não julgueis, para que não sejais julgados.
2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
5 Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
6 Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.
7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.
9 E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?
10 E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?
11 Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.
13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
14 E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.
15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
26 E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
27 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.
28 E aconteceu que, concluindo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua doutrina;
29 Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas.

Meus queridos (as), espero sinceramente que esta postagem possa fazer com que reflitam tão somente sobre o que a palavra de Deus diz em relação ao comportamento necessários a nós todos diante Dele do Seu Filho e do nosso Próximo.

Ser-vos-ia bom, se ele vos esquadrinhasse? Ou zombareis dele, como se zomba de algum homem? Jó 13:9

Só Jesus Cristo, Salva, Cura e Liberta.

Amém.

Deus está no controle!

Ainda que eu não te ouça, pois o mundo faz de tudo para te calar! (Trecho da Canção Mar de Vidro de Rodolfo Abrantes) Apesar das inúmeras v...